Ter filhos é uma tarefa mágica Mães experientes e novatas garantem que os filhos completam o casamento

Marinella Souza
*Colaboração
12/05/2008

Comumente, algumas mães usam a seguinte frase: "ter filhos é padecer no paraíso". Às vezes, eles vêm por acaso, em outras, são planejados, mas o fato é que quem tem diz que é uma sensação mágica e inexplicável. Apesar de todas as noites mal dormidas, de todas as preocupações, das brigas e de tudo o que pode ter de negativo, a maioria das mulheres garante que ser mãe é a sua principal função.

Para a dona de casa Nadége Martins Arruda (foto abaixo com a filha), os filhos completam o casamento, fazem a vida a dois ter sentido. "Um filho completa a família, acho que um casal sem filhos não pode ser completamente feliz". Mãe de três filhos com personalidades diferentes, Nadége acredita que a maternidade é a melhor coisa da vida e cada filho acrescenta algo diferente. "Procuro ser amiga dos meus filhos, respeitar as diferenças de cada um porque eles são a minha maior alegria".

Foto
de Nadége e Luciana Filha de Nadége, a mestre em Literatura Luciana Martins Arruda, tem uma opinião diferente da mãe. "Não acho que ter filhos seja fundamental para a felicidade do casal, depende do que os dois querem para si". Mas rende-se: "a relação entre mães e filhas é mesmo especial. Eu e minha mãe somos muito amigas, gostamos de sair juntas e ela é tudo e mais um pouco na minha vida".

Estreando na função de mãe, Carina Salgado (foto abaixo com a filha), não consegue descrever a emoção que é ter sua filha, Lara Salgado, de 11 meses, nos braços. "Ser mãe é a melhor coisa da vida, uma emoção que não se explica", diz. A pequena Lara ainda não entende muito bem a simbologia materna, mas já sabe reconhecer a força desse amor e demonstra isso nas atitudes do dia-a-dia.

Foto
de Carina e Lara "De vez em quando a gente fica deitada e ela me faz carinho... é tão gostoso, é uma sensação de que a vida está completa. Minha filha é tudo na minha vida". Assim como Nadége, Carina vê a filha como o complemento de sua relação e se sente realizada na maternidade.

Carina ainda se diz maravilhada com a emoção de ser mãe. "É um amor maior, que você nem sabe direito de onde vem. É um sentimento diferente de tudo o que você já sentiu na vida. É indescritível", derrete-se. Mais experiente, Nadége ainda se emociona com a força desse amor. "Você começa amando uma criatura que nem conhece ainda, depois que você vê, esse amor aumenta mais. Daí essa pessoa cresce, é diferente de você e, ainda assim, você a ama com uma força ainda maior. Ser mãe é mesmo um presente de Deus", diz.

Enquete
Você acha que ter filhos é fundamental?
       Sim
       Não

   

ATENÇÃO: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem
científica e se refere apenas a um grupo de visitantes do Portal ACESSA.com

*Marinella Souza é estudante de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.