Quarta-feira, dia 09 de janeiro de 2008, atualizada às 19h15

Movimento nas imobiliárias de Juiz de Fora chega a aumentar em até 70% no mês de janeiro


Thiago Werneck
Repórter

A demanda por apartamentos para aluguel em Juiz de Fora cresce ainda mais em janeiro. Imobiliárias chegam a registrar aumento de 70% na procura por residências. Os estudantes são apontados como os responsáveis por esse crescimento. A oferta reduzida e as altas taxas de condomínio e IPTU fazem com que os preços fiquem cada vez mais salgados.

Em uma imobiliária no centro da cidade a procura aumentou tanto que o sistema de atendimento por telefone ficou prejudicado. "Em um dia 170 chamadas deixaram de ser atendidas porque nos balcões o movimento era intenso e ninguém podia parar um minuto", diz a gerente Talian Cruz.

A expectativa é de que essa grande movimentação continue até o fim de fevereiro. O diretor de outra imobiliária, Antônio Carlos Ribeiro, afirma que os apartamentos têm ficado no máximo cinco dias disponíveis. "Esse é o prazo que tem demorado para o imóvel sair alugado. A rotatividade tem sido grande", diz.

Com tanta demanda e baixa oferta os preços dispararam nos últimos meses. Antônio diz que o reajuste chega a ser de 50% se comparado a julho de 2007. "Está difícil alugar apartamentos em Juiz de Fora. Agora que tem chegado algumas construtoras do Rio em Juiz de Fora, mas acredito que só daqui a um ano e meio o mercado vá se normalizar", completa.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.