Sexta-feira, 22 de maio de 2009, atualizada às 18h06

Seguro-desemprego será expandido por mais dois meses

Guilherme Arêas
Repórter

Os trabalhadores que foram despedidos em dezembro de 2008 e janeiro de 2009 e que dependem do seguro-desemprego poderão receber mais duas parcelas do benefício. A proposta é uma tentativa de minimizar os impactos da crise econômica sobre os trabalhadores. O Ministério do Trabalho e Empregos (MTE) sinalizou para a possibilidade de os valores já estarem disponíveis a partir de junho. Em Juiz de Fora, o MTE não soube precisar quantas pessoas serão beneficiadas na cidade. Atualmente, cerca de 1.700 juizforanos dependem do seguro-desemprego.

Em todo o Estado serão mais de 34 mil beneficiados com a nova regra, principalmente nos setores do comércio e da agricultura, e no país, mais de 216 mil. Alimentação e bebidas são os setores com maior número de beneficiados. Ao todo, 45.290 trabalhadores receberão as parcelas adicionais. Vinte e dois setores foram habilitados a receber a expansão. A proposta vai custar R$ 263,7 milhões aos cofres públicos.

Trata-se da segunda vez que o governo federal expande o benefício. A primeira foi em fevereiro, quando 106 mil trabalhadores em todo o país receberam a extensão do pagamento. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, garante, porém, que esta é a última proposta amparada pela Resolução nº 592 do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), justificada pela crise econômica.

"Em fevereiro o saldo de emprego foi positivo; em março foram 35 mil postos abertos e em abril mais 106 mil. E maio será maior ainda", explicou Lupi. Confira a tabela de beneficiários pela ampliação do seguro-desemprego.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.