• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Sexta-feira, 18 de setembro de 2009, atualizada às 19h16

    Funcionários dos Correios decidem pela continuidade da greve

    Aline Furtado
    Repórter

    Funcionários dos Correios estiveram reunidos em assembleia na tarde desta sexta-feira, 18 de setembro. Durante o ato, a categoria decidiu pela continuidade da greve, deflagrada no último dia 16.

    Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Comunicação Postal, Telegráfica e Similares de Juiz de Fora e região (Sintect/JFA), Josimar Castro, os funcionários rejeitaram o reajuste imediato de 9% no salário e aumento linear de R$ 100 para todos os empregados, a partir de janeiro de 2010, que valeria por dois anos.

    A proposta feita pela empresa também incluía reajuste nos vales refeição e alimentação e cesta básica, que passariam de R$ 20 para R$ 21,50 e de R$ 110 para R$ 120, respectivamente, com pagamento retroativo a agosto de 2009. Em agosto de 2010, os valores subiriam para R$ 23 e R$ 130. Os valores do Reembolso Creche e Babá e do Auxílio para Filho Dependente de Cuidados Especiais passariam, respectivamente, para R$ 571,74 e R$ 360,20.

    De acordo com informações da assessoria de comunicação dos Correios de Minas Gerais, a proposta apresentada pela empresa aos funcionários recebeu parecer positivo do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Os Correios vão recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho contra a greve dos funcionários, além de descontarem dos salários dos grevistas os dias parados.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.