Terça-feira, dia 20 de novembro de 2007, atualizada às 11h53

Meta de vacinar população contra rubéola ainda não foi atingida em JF, por isso campanha foi prorrogada


Sílvia Zoche
Subeditora

Como 30% da população ainda não foi imunizada contra a rubéola em Juiz de Fora, a campanha foi prorrogada pela Secretaria de Saúde, Saneamento e Desenvolvimento Ambiental (SSSDA). O objetivo é atingir 95% da população, entre 12 e 49 anos.

O alvo da campanha são os homens. A explicação para isso, segundo a chefe do departamento de Vigilância Epidemiológica, Viviane Carneiro, é que as campanhas, normalmente, tinham como alvo as mulheres e as crianças, portanto, os homens têm mais risco de contraírem a doença por não estarem imunizados.

A preocupação, em Juiz de Fora, aumenta porque a doença já fez 57 vítimas na cidade e a síndrome da rubéola congênita pode afetar o feto caso a gestante contraia o vírus nos primeiros meses da gravidez.

Para receber a vacina, a pessoa na faixa etária indicada, deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), o PAM-Marechal ou o PAM-Andradas, locais onde a vacina está disponível gratuitamente.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.