• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Verba de quase R$ 4 milhões irá beneficiar 14 Uaps
    Quatro unidades serão construídas, além de um laboratório central. Outras dez irão passar por reforma e manutenção

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração
    18/6/2010

    Quatorze Unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps) - nova nomenclatura para Unidades Básicas de Saúde (UBS) - de Juiz de Fora serão beneficiadas com a verba de R$ 3.940.563 milhões. O investimento, em grande parcela do governo estadual e municipal, irá resultar na construção de quatro Uaps e na reforma e na manutenção estrutural em outras dez. Das obras previstas, cinco já estão em fase de andamento, seis sem previsão de início e três ainda em processo licitatório (confira tabela detalhada abaixo).

    As Uaps que serão construídas são as unidades nos bairros Vale Verde, Vila Ideal, Nossa Senhora Aparecida e Santa Cândida. A Uaps do bairro Vale Verde e o laboratório central já estão em fase de finalização e a previsão de término das obras é agosto de 2010, segundo divulgou a Secretaria de Saúde (SS). A unidade do Vila Ideal também está em fase de obras, com término agendado para novembro deste ano. Esta Uaps já está na agenda da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) pelo menos desde o início de 2009, quando a administração recebeu uma verba no total de R$ 2,9 milhões para financiamento de remédios, equipamentos e material permanente médico-hospitalar, além da construção do Centro de Atenção Psicossocial (Caps II).

    Segundo o secretário executivo do Conselho Municipal de Saúde, Jorge Ramos, a Uaps do Vale Verde e a do Vila Ideal têm o objetivo de desafogar as demandas da população em bairros vizinhos. "As novas unidades vão melhorar o atendimento. A do Vila Ideal vai aliviar a demanda no bairro Olavo Costa e a Sirene Izidório Tandanda, no Vale Verde, diminuirá a sobrecarga no Santa Efigênia e no Sagrado Coração."

    Em relação às Uaps de Nossa Senhora Aparecida e de Santa Cândida/São Sebastião, a construção apenas reflete na mudança de local, já que as unidades operam em espaços provisórios. As obras em Santa Cândida tiveram início no último dia 7 de junho. A de Nossa Senhora Aparecida tem previsão de término para 25 de dezembro, segundo informou o presidente do conselho de saúde local, Pedro Serqueira. Há mais de 10 anos a Uaps funciona no porão da igreja do bairro e as obras da nova unidade estão sendo prometidas desde 2004, quando, por problemas políticos, foram canceladas. "Além da falta de médicos, a Uaps opera em um espaço mínimo. Não atende a toda demanda do bairro, já que pessoas do Manoel Honório e do Vitorino Braga também buscam atendimento no local", explica. Com o novo espaço, Serqueira destaca que muitos problemas serão resolvidos, já que mais uma equipe médica fará o atendimento.

    A Uaps de Nossa Senhora Aparecida vai funcionar na rua de mesmo nome, número 120. A de Santa Cândida fica na rua Ademar Ferreira Leite, s/n. Esta ainda não tem previsão de término de obras.

    Reformas sem previsão

    Segundo os dados fornecidos pela SS, a única Uaps que está em processo de reforma é a do bairro Progresso. De acordo com a administração, a primeira etapa da reforma já foi concluída e a segunda parte depende da liberação da ordem de serviço pela Secretaria de Obras (SO). O problema estrutural da Uaps já foi noticiado pelo Portal ACESSA.com, quando, em abril, a expectativa de conclusão era para julho de 2010.

    As unidades de Santa Luzia, Santa Efigênia, Teixeiras, Borboleta, Santa Cecília, Bandeirantes, Vila Esperança, Cruzeiro do Sul e Santos Dumont também vão receber manutenção por parte da PJF, no entanto, datas para início das operações não foram divulgadas.

    Discordância de prioridades

    Segundo Ramos, as Uaps de Santos Dumont e de Santa Efigênia estão em discordância com a prioridade do conselho, já que em anos anteriores, os estabelecimentos foram reformados e ampliados. "Essas prioridades são questionáveis. O cronograma também depende da aprovação do conselho. Essa lista pode não ser a visão do conselho", explica. Para ele, é necessário um contato maior entre a SS e o órgão.

    Ramos cita outras Uaps como prioritárias, como a do bairro Industrial, Barreira do Triunfo, Jardim da Lua, Olavo Costa, Jóquei Clube I, Esplanada, Jardim Natal e Monte Castelo, além das unidades da Zona Rural de Juiz de Fora. A presidente do conselho regional de saúde de alguns bairros da Zona Norte, Leila Ribeiro, salienta que as Uaps da Barreira do Triunfo e São Judas Tadeu estão em situação crítica em relação a problemas estruturais.

    "Elas estavam adaptadas a uma demanda, mas a quantidade de pessoas cresceu. Com isso, o atendimento e a distribuição de medicamentos ficou muito prejudicada. A região é muito explorada politicamente e pouco atendida em obras de interesse da população. O aterro sanitário e uma casa de detenção vieram rápido, mas na saúde nada aconteceu", critica.

    Uaps beneficiadas
    Unidade Verba Situação Região
    Vale Verde R$ 496.885 Construção sul
    Vila Ideal e laboratório central R$ 1.518.923 Construção leste
    Nossa Senhora Aparecida R$ 611.000 Construção leste
    Santa Cândida/São Sebastião
    R$ 515.245 Construção leste
    Progresso R$ 149.336 Reforma leste
    Santa Luzia R$ 74.368 Manutenção sul
    Santa Efigênia R$ 51.010 Manutenção sul
    Teixeiras R$ 77.648 Manutenção sul
    Santa Cecília R$ 67.729 Manutenção centro
    Bandeirantes R$ 69.776 Manutenção leste
    Vila Esperança R$ 143.311 Manutenção noroeste
    Borboleta R$ 76.976 Licitação oeste
    Santos Dumont R$ R$ 42.490 Licitação leste
    Cruzeiro do Sul R$ 45.866 Licitação sul
    Total R$ 3.940.563,00    

    Fonte: Secretaria de Saúde

     

    *Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.