• Assinantes
  • Saúde

    Campanha Rins em defesa da vida reúne interessados em esclarecimentos sobre a doençaUma tenda de 98 m² foi montada na Praça da Estação. Cerca de mil pessoas devem passar pelo local até o final do dia

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    8/3/2012

    Campanha Rins em defesa da vida

    Uma tenda de 98 m² foi montada na Praça da Estação em comemoração ao Dia Mundial do Rim, nesta quinta-feira, 8 de março. A campanha Rins em defesa da vida ofereceu testes gratuitos de urina, glicemia, aferição de pressão arterial, cálculo de índice de massa corpórea e outras orientações de saúde e alimentação. De acordo com o Instituto Mineiro de Estudos e Pesquisa em Nefrologia (Imepen), estima-se que entre 800 e mil pessoas visitem o local até o encerramento do atendimento, ao final do dia.

    Segundo o responsável pelo setor de nefrologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Marcus Pastos, esta é uma oportunidade de divulgar os aspectos da doença renal crônica (DRC) para a população que, muitas vezes, não tem conhecimento sobre o assunto. "A DRC é o principal fator de risco para as doenças cardiovasculares e por isso, seu diagnóstico é extremamente importante. Além disso, a doença costuma ficar muito tempo sem desenvolver os sintomas, o que causa a necessidade da verificação anual dos exames de urina e de sangue."

    A aposentada Maria das Mercês de Oliveira, de 62 anos, realizou todos os exames que estavam sendo oferecidos na campanha e descobriu um pequeno problema nos rins. "Estava passando por aqui e fiquei sabendo da campanha. Não conhecia essa doença e muito menos como realizar o diagnóstico. Como tenho problema de pressão alta, vou verificar quais são os meus riscos com maior frequência."

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.