• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos

    Quarta-feira, 05 de dezembro de 2007, atualizada às 17h15

    Empresas de telefonia e cobrança indevida já são recordistas de reclamações no Procon de Juiz de Fora em 2007


    Thiago Werneck
    Repórter

    As empresas de telefonia - Telemar e Oi - são as recorditas de reclamações no Procon de Juiz de Fora. Juntas elas somam mais de 2.300 queixas do início de janeiro até 05 de dezembro de 2007. A cobrança indevida e abusiva de contas somam mais de sete mil reclamações nesse mesmo período e representam mais de 30% das ocorrências registradas.

    Na lista dos dez fornecedores mais acionados estão outras duas empresas de telefonia móvel: a Tim é a quarta e a Telemig Celular a oitava. Em terceiro no número de reclamações está a Credicard que tem como companheira do mesmo ramo o cartão Itaucard, nono na lista.

    Seguem no raking em quarto, quinto e sexto, respectivamente, Cemig, Casas Bahia e Ricardo Eletro. No décimo lugar está a Nokia, empresa que fornece aparelhos celulares. Ao todo, foram mais de 20 mil atendimentos contra algum fornecedor.

    Em relação às queixas, depois das cobranças indevidas, o maior problema para o consumidor acontece por causa de questionamentos em relação aos contratos assinados: rescisão, alteração unilateral, não cumprimento, irregularidade estão entre os 10 problemas mais comuns do ranking.

    O terceiro no item com mais de duas mil reclamações são os detalhes da garantia, com 2359, ações. O quarto problema da lista são os produtos que são entregues com defeito, com quase duas mil queixas registradas.

    Fonte: Dados fornecidos pelo Procon de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.