• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Cinco dicas para evitar problemas na rede wi fi dentro de casa  

    Lentidão e queda da conexão podem estar associadas à interferências no roteador, rede com sinal fraco e invasões

    Angeliza Lopes
    Repórter
    14/08/2018

    Com aumento exponencial do uso de smartphone, Smart TVs, notebook e tablets, tornou-se muito comum, dentro das casas, a instalação de roteadores para criar rede interna de internet via wi fi. Assim, todos os moradores podem usufruir do acesso online, independente do cômodo em que estiverem. Mas para que toda esta praticidade seja vantajosa, algumas questões devem ser levadas. Afinal, quando a internet cai ou está lenta, nem sempre o problema é do provedor, pode ser interferências, instalação incorreta do roteador, sinal fraco, má gerência de utilização da rede ou, até mesmo, falta de segurança da rede.

    Todo este assunto parece complexo e muito técnico. De certa forma é, mas vamos explicar item por item para que não haja mais dúvidas a respeito dos possíveis problemas existentes dentro da sua rede interna.

    Seu roteador está funcionando?

    Antes de qualquer teste, o primeiro passo é observar se seu roteador ou computador está funcionando devidamente. O gerente de suporte da ACESSA.com, Rodrigo Vale, orienta que a pessoa observe se o cabo que vem do provedor (internet) está conectado corretamente no roteador e se este aparelho está configurado da forma adequada. “Caso seu roteador esteja ligado e mesmo assim você não consiga acessar internet, o que pode ser feito é desconectar este cabo e conectá-lo direto no computador para ver se está recebendo internet. Mesmo ligado, o roteador pode estar danificado ou ter perdido as configurações”, explica.

    Interferência

    O gerente de suporte explica que o problema mais comum que afeta o desempenho da rede, comprometendo a velocidade da internet, é a interferência causada por roteadores de vizinhos ou de outros dispositivos, que funcionam em uma frequência muito próxima do dispositivo, como os telefones sem fio e microondas. “O indicado é deixar o aparelho distante destes equipamentos. Quando ligamos um microondas, ele pode deixar a rede lenta e até pará-la, em alguns casos". Além disso, Rodrigo frisa que outro detalhe muito importante é observar o espaço ideal para instalar o roteador. “O melhor é que seja no ponto central da casa, de preferência afastado de paredes e quinas para o sinal se propagar da melhor forma e uniformemente”.

    Para entender melhor como o sinal de wi fi funciona dentro da residência, confira as imagens abaixo:

    Para detectar possíveis interferência na sua rede, o especialista orienta que alguns roteadores possuem dispositivo próprio, que faz o escaneamento de outras redes próximas e informa o sinal de cada uma. Com a opção de configuração do aparelho, a pessoa pode fazer o ajuste de canal e frequência que ele opera e trocar por um que não esteja em uso ou tenha menor utilização na região. “Outra dica é usar aplicativos que escaneiem as redes e mostram a melhor frequência disponível. Indico o Wifi Analyzer, disponível para Android e IOS. Os canais residenciais variam de acordo com a regulamentação de cada país, em média até 12 canais. O importante é verificar o canal que não esteja em uso com sinal mais baixo e passar a utilizá-los, assim reduz conflito e interferência. Por fim, evitar a opção de canal automático no roteador, pois cada vez que ele altera, interrompe a conexão e gera atraso e travamento na internet”, detalha.

    O gerente do suporte diz que cada celular e notebook possui antenas internas que transmitem e recebem sinal do roteador com potências distintas, o que pode causar um desempenho diferente da velocidade da internet em cada um. A distância do roteador também ocasiona interferência e dificulta o acesso, como acontece em casas grandes, com muito cômodos.

    Além de observar os sinais, outro teste que ajuda a retornar a normalidade da operação do roteador é desligá-lo e ligá-lo. “O aparelho é sensível a oscilações de energia, por isso piques de energia podem influenciar na sua funcionalidade. Depois do teste, ele acaba voltando ao normal”, complementa o gerente.

    Gerenciamento da rede

    Nem sempre o acesso ruim e lentidão podem estar relacionados à rede interna ou ao roteador. Acontecem situações em que um único dispositivo da casa pode estar usando banda de internet muito grande, o que causa lentidão nos outros aparelhos. Por isso, o especialista da ACESSA.com destaca que é necessário sempre monitorar e gerir a utilização da internet. “Se você tem 10 mbps e um desktop está usando toda a banda, os outros aparelhos terão dificuldade para usar a internet. A rede com vários dispositivos com desempenho ruim também pode atrapalhar todo o funcionamento interno, porque quando o roteador tem dificuldade de transmitir dados para um aparelho, ele precisa enviar e reenviar informações aumentando o tráfego na rede e gerando mais processamento no roteador”.

    Segurança da rede

    Atualmente roteadores domésticos estão sendo alvos de ataques de hackers. Não só roubam dados vinculados àquela rede, mas usam o próprio dispositivo para gerar outros ataques. Rodrigo Vale ressalta que a falta de cuidado com a segurança das redes dentro das casas tem facilitado a ação criminosa. “O hacker acaba assumindo controle, desviando acesso que vem do equipamento da rede interna para uma site falso. Muito importante olhar os dados do fabricante do roteador e se tem atualização de segurança. Cada fabricante tem seu passo a passo e atualização. Às vezes, um ataque de vírus não, necessariamente, vai roubar um dado ou prejudicar o equipamento, mas vai usar o processamento daquele dispositivo para gerar ataque, o que também pode causar lentidão da rede sem fio”.

    Confira aqui os links de configuração de cada marca de roteador: D-link, Tp-Link, Intelbras, Multilaser, Tenda e Asus.

    Além das atualizações dos roteadores, o gerente de suporte orienta que os usuários utilizem senhas seguras, tanto no momento da configurar o roteador, quanto para a senha da rede wi fi. “Quando uma pessoas usa sua rede para cometer um crime, não tem como o investigador saber quem está fazendo isso. Ele irá no ponto de acesso do cliente daquele provedor. Assim, até que prove ao contrário, você terá que responder criminalmente por aquilo”, esclarece Vale.

    O que observar na hora de comprar roteador

    Quando for comprar um roteador é importante se atentar, inicialmente, onde será instalado. Em uma casa grande ou pequena? Poucos ou muitos dispositivos vão utilizar daquela rede para se conectar à internet? Com esses detalhes em mente, Rodrigo Vale explica que existem modelos com potências e números de antenas variados que se adequam a cada situação. “Quando for comprar o roteador, a pessoa não deve só olhar a marca e modelos com diversas antenas. Isso não quer dizer que o sinal é melhor. O modelo com duas ou três antenas é indicado quando no mesmo espaço são utilizados vários dispositivos simultâneos, o que facilita conectividade com outros aparelhos. Já para locais mais fechados, com muitas paredes, o indicado é um aparelho com uma antena com potência maior".

    O repetidor de sinal também pode ser uma opção para casas grandes, onde o alcance do sinal precisa ser maior em pontos mais distantes. Ele consegue amplificar e repetir o sinal para os dispositivos. No entanto, uma desvantagem na utilização desta ferramenta é que ela pode diminuir um pouco o desempenho da rede. “Ele não garante que a velocidade vai melhorar, mas é um recurso que pode ser utilizado em casos que existem muitas barreiras físicas”, destaca Vale.

    A velocidade do roteador também é um detalhe que pode chamar a atenção do comprador. Só que não interfere, necessariamente, no desempenho da rede. O gerente da ACESSA.com diz que existem aparelhos com velocidades acima de 300 mbps que corresponde à velocidade que ele consegue se conectar com outros dispositivos. “Um erro que muitas pessoas cometem é achar que esse roteador vai aumentar sua velocidade de internet. Isso não é verdade. Se você tem 20 mbps e compra esse aparelho, ele vai continuar trabalhando com a banda contratada. Caso a rede que utilizará o roteador seja somente para compartilhamento de internet, sua compra não será tão vantajosa, já que são mais caros que outros. Eles servem para lugares que compartilham muitos arquivos e transmitem dados”.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.