• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Mais autonomia nos serviços de internet ACESSA.com está no seleto grupo de empresas brasileiras autorizadas a ter rede autônoma, livre das panes que paralisam o funcionamento da internet

    Ludmila Gusman
    Editora Geral
    06/12/2007

    A ACESSA.com passa a fazer parte de um número restrito de empresas de telecomunicações brasileiras autorizadas pelo Centro de Informações sobre a Rede da América Latina (Lacnic - do inglês Latin American Network Information Center) a possuir o registro para operação AS (Autonomous System).

    A autorização permite à empresa juizforana ter sua própria faixa de endereços IP e, dessa forma, garantir disponibilidade de 100% para seu acesso à internet, oferecendo ao usuário um serviço de qualidade, sem depender de apenas um backbone de internet. "Na prática, isso significa que os usuários que acessam a internet pela nossa rede não terão mais seus serviços interrompidos quando uma ou outra operadora apresentar falha. O máximo que pode acontecer é você não conseguir acessar o link da operadora que apresentou falha de funcionamento, mas continuará com acesso para as outras redes da internet", explica o diretor da ACESSA.com, Marcio Faria.

    Com essa autonomia, os usuários ACESSA.com estão livres, por exemplo, de panes como aquelas que já ocorreram em Juiz de Fora, em 2006, quando várias empresas tiveram seus trabalhos interrompidos em função da queda no link da Embratel, gerando notícia de repercussão nacional, tamanho foi o transtorno causado nos negócios e no dia-a-dia das pessoas. "Agora, com autonomia, podemos garantir ainda mais a nossa qualidade e de nossos serviços de telecomunicações, pois há muito tempo deixamos de ser um simples provedor de acesso à internet, para agregar mais recursos e serviços à nossa rede, entre eles o de voz, através do VoIP", completa Marcio.

    Uma das principais vantagens desta iniciativa é a de que a ACESSA.com estará ligada a pelo menos três redes distintas, conseguindo índice de disponibilidade de serviço de 100%. "A queda de uma operadora não mais paralisará nossa operação, que sempre estará disponível através dos demais canais de acesso que temos com outras redes internet, inclusive no exterior", explica Marcio.


    Antes, a ACESSA.com fazia parte da rede das operadoras, sendo portanto sujeita ao fornecimento do link delas. Se acontecesse algum pane neste link os acessos caiam, sem ter como a ACESSA fazer nada a não ser aguardar o reestabelecimento deste link. Agora, as operadoras deixam de ser fornecedoras para se tornarem apenas um meio de passagem. A ACESSA.com passa a contar com o seu próprio número de IP e, com isso, estar ligada a mais redes, garantindo 100% a disponilidade do serviço de internet. (Veja na imagem acima)


    Autorização do registro
    A concessão do registro para operação AS só pode ser feita após uma análise criteriosa da complexidade da rede do provedor de serviços. Por possuir uma rede própria, complexa e ter a aprovação do Centro de Informações sobre a Rede da América Latina (Lacnic) para receber o registro, a ACESSA.com equipara-se às grandes empresas do país, que também realizam a operação autônoma na rede. No Brasil, segundo informações da Lacnic, somente 300 empresas têm essa autorização. No mundo, este número chega a dez mil.

    "Isso é motivo de satisfação para nossos clientes, principalmente os corporativos, que não vão mais precisar se preocupar com as quedas de acesso que atrapalham suas operações. Na região, ninguém mais possui AS e no Estado são pouquissímas as empresas que possuem essa autonomia. Nós saimos na frente e nossos clientes podem se orgulhar de serem atendidos por uma rede de alta confiabilidade", ressalta Marcio.

    Novos projetos e últimos ajustes
    O serviço já está funcionando na prática, mas a equipe ACESSA está fazendo os últimos ajustes. "É possível que ocorra alguns momentos de lentidão, devido às configurações de anúncio de rotas. Nossa expectativa é de que as conclusões ocorram ainda durante o mês de dezembro", alerta o diretor técnico da empresa, Sérgio Guimarães.

    Segundo ele, a ACESSA.com destaca-se por ser uma empresa que já está pensando à frente para trazer o melhor para o usuário. Já no próximo ano novos projetos estão em andamento, entre eles a criação de um Ponto de Troca de Tráfego (PTT), em Juiz de Fora. "Já entramos em contato com a prefeitura, faculdades e grandes empresas da cidade para a elaboração deste projeto. Escolhemos um ponto em Juiz de Fora em que todos estivessem ligados, sendo possível criar na cidade uma grande rede de acesso", adianta.

    Sérgio ressalta também que entre as etapas seguintes à obtenção da operação AS, estão as pesquisas para a implantação na rede da ACESSA do IP versão 6 (IPv6), a versão mais recente do Protocolo da Internet. As grandes redes do mundo já se preparam para a implantação do novo protocolo, visto que o padrão anterior, o IPv4, só suporta cerca de quatro bilhões de endereços, enquanto que o IPv6 suporta cerca de 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços. Do ponto de vista do tamanho é como se comparássemos um telefone celular (IPv4) com o mundo (IPv6).

    "A idéia hoje é que tudo possa ter o seu endereço na internet, tudo você poderá controlar através de um número de IP. A mudança é uma revolução e estaremos iniciando essa implantação na ACESSA.com, a partir de março de 2008", diz.

    Os primeiros serviços a receberem a nova configuração serão os servidores de nomes (DNS) e os serviços de www, posteriormente algumas conexões específicas dos usuários receberão o novo recurso. "É bom observar que os dois protocolos (IPv4 e IPv6) estão trabalhando simultaneamente. Há muito serviço na internet que ainda é restrito ao IPv4 e, por essa razão, que o ICANN - responsável pela coordenação global do sistema de identificadores exclusivos da Internet - estima o fim de alocações do IPv4 em 2013", explica Sérgio.


    Se você é usuário ACESSA.com e tem outras dúvidas sobre este assunto, envie um email para suporte@acessa.com ou entre em contato pelo telefone: 2101-2000, todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados no horário de 8h às 0h.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.