Revisão no carro pode evitar problemas nas férias Antes de pegar a estrada é importante realizar uma revisão para conferir os itens de segurança do automóvel. Concessionárias de Juiz de Fora oferecem o serviço


Guilherme Arêas
Repórter
18/12/2008

As férias escolares já chegaram e muitos pais aproveitam o fim de ano para arrumar as malas e pegar a estrada. Mas, para que o passeio não se transforme em uma dor de cabeça e você gaste parte do tempo à espera de socorro mecânico, é importante preparar um dos principais integrantes da viagem: o carro. Se você ainda não fez a revisão no seu automóvel, anote as dicas que o Portal ACESSA.com preparou com a ajuda do responsável pela assistência técnica de uma concessionária de Juiz de Fora, Carlos Augusto Martins Ladeira (vídeo ao lado).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, as falhas mecânicas ocupam a quarta posição no ranking das oito principais causas de acidentes nas rodovias brasileiras. Os outros fatores são, pela ordem, falta de atenção, excesso de velocidade, desobediência à sinalização, não manter distância segura, ultrapassagem indevida, defeito na via e sono.

O levantamento aponta a importância da revisão preventiva. Cerca de 1.200 veículos passam todos os meses pela oficina onde trabalha Carlos Augusto. Nesta época do ano o fluxo aumenta entre 20% e 30% por conta das revisões pré-viagem. O chamado "Check-up de Férias" já é um serviço comum entre as assistências técnicas autorizadas de Juiz de Fora e o técnico garante que os motoristas estão mais conscientes para a importância da revisão.

De acordo com Carlos Augusto, além das revisões periódicas recomendadas pelas concessionárias, realizar o check-up antes de uma viagem pode revelar problemas técnicos que os motoristas não conheciam. "O comportamento do carro no dia-a-dia da cidade é diferente do que é visto na estrada. Antes da viagem o carro tem que ser avaliado com mais critério", recomenda.

Lembre-se de que, de acordo com os dados da PRF, seis das principais causas de acidentes estão relacionadas diretamente ao comportamento do motorista ao volante. Portanto, após a revisão do veículo, é importante o condutor revisar os conceitos básicos aprendidos na auto-escola.

Pneus
Foto de um pneu São um dos itens que merece atenção redobrada dos motoristas. Pneus muito desgastados ou com desgaste irregular podem prejudicar a estabilidade e aderência do carro. Realizar o alinhamento e balanceamento pode evitar esse desgaste irregular, além de minimizar efeitos sobre a suspensão. Lembre-se sempre de manter os pneus calibrados de acordo com as recomendações do manual do veículo. A calibragem correta aumenta a estabilidade do carro e traz mais segurança.
Níveis dos fluidos
Foto do reservatório de fluidos De acordo com o técnico Carlos Augusto, as montadoras já demonstram a preocupação em facilitar a visualização dos principais fluidos do veículo pelo próprio motorista. Note que boa parte dos reservatórios para os fluidos são translúcidos. Mas é importante que um mecânico verifique todos os níveis, como o óleo do motor, o fluido da direção hidráulica, o líquido de arrefecimento, conhecido como água do radiador, e o nível de água do limpador de pára-brisa.
Limpadores de pára-brisa
Foto de um limpador de pára-brisa No período de chuvas, os limpadores do vidro se tornam o amigo número um dos motoristas, no quesito visibilidade. Verifique se as palhetas estão em boas condições. Caso contrário, elas podem não limpar o pára-brisa direito e arranhar o vidro. Lembre-se de que, se durante a viagem o veículo passar por locais com muita terra, você precisará usar o lavador de vidro com maior freqüência. Entre os itens que devem ser checados antes da viagem, os limpadores são os mais baratos.
Faróis
Foto de um farol de carro A verificação do funcionamento dos faróis e de todos os componentes elétricos deve ser feita não somente antes de pegar a estrada. Eles são fundamentais para a sinalização do condutor. A partir de janeiro de 2009 estão proibidos os faróis que usam o gás xenônio em carros que não estão adaptados a receber esse tipo de equipamento. A resolução 294 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) obriga uma série de outros equipamentos sofisticados para o uso dos faróis azuis.
Cinto de segurança
Foto do cinto de segurança Se ainda não é hábito de alguns motoristas e passageiros o uso do cinto, saiba que ele é um dos principais itens de segurança. Uma resolução do Contran regulamenta o transporte de crianças até dez anos. Bebês de até um ano devem ser transportados no bebê conforto. Crianças de um a quatro anos de idade devem ser transportadas no dispositivo de retenção, as cadeirinhas. De quatro a sete anos e meio, a criança deve utilizar o assento de elevação e o cinto de segurança.
Extintor de incêndio
Foto de um extintor de incêndio Esquecida por muitos motoristas, a validade do extintor de incêndio deve ser verificada periodicamente. Os postos de combustível podem verificar e substituir o extintor. Carros produzidos após 2005 contam com o extintor automotivo com pó “ABC”, capazes de apagar incêndios do tipo A (materiais sólidos combustíveis), B (combustíveis líquidos) e C (materiais elétricos). A validade dos materiais químicos que compõem o extintores varia de três a cinco anos.
Freios
Foto do disco e pastilha de feeio A verificação dos freios deve ser feita independente das viagens de férias. É um dos principais itens que envolvem a segurança dos passageiros. Checar as pastilhas e o disco de freio pode evitar grandes problemas. Também merece atenção especial o fluido de freio, responsável por impulsionar o sistema de frenagem do carro. Se o nível do fluido estiver baixo ou com validade vencida, a eficácia do freio pode ficar comprometida.
Kit de emergência
Foto do kit de emergência Antes de pegar a estrada não deixe de saber se o seu carro está equipado com os itens obrigatórios, como pneu reserva (estepe), macaco, chave de roda, chave de calota e triângulo de sinalização. No caso de problemas, pare o carro no acostamento, acione as luzes de alerta e posicione o triângulo a cerca de 50 metros do veículo. Nas emergências, acione o serviço especializado da concessionária responsável pela estrada ou entre em contato com a Polícia Rodoviária Federal pelo 191.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.