Paraty oferece opções de cultura e lazerLeandra Cunha e Roberta de Oliveira visitaram a cidade e dão dicas de passeios, desde os mais tradicionais até os mais desafiadores

Aline Furtado
Repórter
13/1/2010

"Há opções de lazer para todos os gostos e idades." A afirmação refere-se a Paraty e foi feita pela designer de moda Leandra Cunha (foto abaixo, de óculos), que lá esteve durante o feriado do Natal. Segundo ela, Paraty e as vilas localizadas em seu entorno, oferecem opções diversas de entretenimento. Em Paraty, é possível visitar os museus, a Casa de Cultura, as igrejas, além de existirem muitas opções de bares e restaurantes, desde os mais simples até os mais sofisticados. "Existe um local muito badalado, que funciona como bar e restaurante até as 23 horas e, depois desse horário, se transforma em uma balada, com muita música e apresentação de bandas."

As ruas de pedra do centro histórico dão um toque ainda mais charmoso ao local, conhecido por seus casarios em estilo colonial. A pedagoga Roberta de Oliveira (foto abaixo, de chapéu), que já visitou a cidade por três vezes, explica que a região central da cidade é chamada por seus moradores de "nas corrente". "Como o trânsito é proibido nas ruas centrais, correntes são dispostas, demarcando as áreas onde o tráfego é proibido. Por isso, a expressão foi adotada." Para quem não dispensa os souvenirs, a pedagoga dá a dica. "Lojas de artesanatos não faltam. Há artigos para todos os bolsos e a maioria é confeccionada por artesãos locais."

Centro histórico Centro Paraty

Para Leandra, as igrejas são outro ponto de Paraty que merecem visitas. "São várias. A Igreja de Santa Rita, por exemplo, é rica em peças de arte sacra." Já os museus e a Casa de Cultura abrigam exposições diversas, que podem ser visitadas em qualquer dia da semana. "Na Casa de Cultura existe um arquivo em áudio, onde podemos ouvir depoimentos de personalidades de Paraty", destaca Leandra. Como o centro de Paraty é pequeno, ela afirma que em dois dias é possível conhecer as atrações da cidade, aproveitando as belezas oferecidas.

Os visitantes também têm oportunidade de conhecer os alambiques, onde é permitido acompanhar o processo de fabricação da cachaça, além de serem permitidas as degustações. "Um dos alambiques fica na Fazenda Murycana, erguida no século XVIII no Caminho do Ouro, e que ainda hoje preserva peças de tempos passados."

Cachoeira Centro Paraty
Para quem dispensa os passeios com acompanhamento de guias, é possível obter muitas informações sobre a história de Paraty e da região por meio do contato com nativos ou moradores do local. Além disso, existe o Centro de Informações ao Turista, que facilita e auxilia os visitantes de primeira viagem. "O local disponibiliza, inclusive, sugestões de atividades culturais, que são frequentes por lá. E há opções para crianças, como teatro de fantoche, e para adultos."
Festas e literatura

A cidade abriga festas em datas como o réveillon e o Carnaval, além de ser o cenário da Festa Internacional Literária de Paraty (Flip), que reúne escritores nacionais e internacionais, além de amantes da literatura. "A cidade é uma boa pedida para aqueles que buscam tranquilidade durante a Festa de Momo. A agitação ocorre de modo mais tradicional, com o desfile de blocos animados por bandas que tocam desde marchinhas até axé", informa Roberta. Na semana que antecede o Carnaval, ocorre o desfile do famoso Bloco da Lama, quando os foliões vão até o mangue, se sujam de lama e desfilam pelas ruas do centro histórico. Durante os dias de folia, uma tenda é montada ao lado da Igreja Matriz para realização de matinês e bailes com som elétrico.

Igreja de Santa Rita Praia
Trindade

Para quem gosta de praia, Roberta diz que o ideal é se dirigir às vilas do entorno, como é o caso de Trindade, um local com belas praias e cachoeiras. "As praias de Paraty não são utilizadas pelos banhistas." Já Leandra lembra que as faixas de areia nas praias são pequenas e dá a dica: "Para quem gosta de tomar sol, basta procurar uma das muitas pedras e relaxar." As viagens às praias e às ilhas paradisíacas de Trindade podem ser feitas de barcos, escunas, ônibus ou até mesmo de jipes ou micro-ônibus, que saem de Paraty durante o dia. "Os passeios de jipe ou micro-ônibus são feitos com a ajuda de um guia e podem ser contratados em grupo ou de forma individual", ressalta a designer de moda.

Para Leandra, entre os locais mais bonitos visitados por ela durante a viagem estão as cachoeiras Pedra Branca, Poço do Tarzan, onde as pessoas podem se arriscar em uma pequena viagem em um cipó, e Tobogã, na qual é possível descer em pé ou sentado pelas pedras. Segundo ela, entre as praias de beleza mais exuberante estão a Praia do Cepilho, a preferida pelos surfistas por ter ondas altas, a Praia do Meio, uma pequena baía de águas límpidas, e a Praia do Cachadaço, a mais famosa, que possui uma piscina natural de águas mornas.

Quem tem espírito aventureiro pode participar de atividades como trilhas, mergulho, rapel, arborismo e rafting. "Vale a pena. Nos passeios pelas trilhas, por exemplo, é possível conhecer várias cachoeiras." No local, assim como em Paraty, em áreas mais distantes do centro histórico, há opções de albergues e áreas de camping.

Cais Praia do Cepilho
Dicas

Leandra ressalta que os repelentes não podem ser esquecidos. "Há muitos mosquitos naquela região. Para evitar problemas, é fundamental que o produto seja usado." Outra dica refere-se aos calçados e às roupas. "Deve-se utilizar peças leves, nada de jeans ou salto. O ideal é tênis ou chinelo de borracha." Isso porque, como as ruas de Paraty são de pedras, tênis e chinelos facilitam a locomoção e evitam possíveis escorregões e quedas. Na cidade, a chuva é frequente porque se trata de uma região de serras.

A designer de moda lembra, ainda, que é importante que as pessoas levem dinheiro e não apenas cartões de crédito porque há locais, como bares e barracas em que o pagamento é feito somente em dinheiro.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.