Resultado do Programa de Bolsas de Iniciação Artística da Pró-reitoria de Cultura da UFJF, o espetáculo: "As mulheres de Carlos Gomes" será apresentado no palco do Cine-Theatro Central, nesta terça-feira (22), às 20h. A entrada é gratuita e os interessados precisam retirar os ingressos- no máximo quatro por pessoas- na recepção do espaço, das 9h às 12h e das 14h às 17h30. A peça foi desenvolvida pelos estudantes  Thalita Mileny e Matheus Farias, o projeto “Nhá Biana – a ópera por trás do homem” nasceu com o propósito de investigar o possível impacto da morte da mãe do compositor brasileiro em sua obra operística.

Conforme o professor Rodolfo Valverde, orientador dos bolsistas ao lado da docente Taís Vieira, Fabiana Maria Cardoso Gomes, conhecida como Nhá Biana, mãe de Carlos Gomes, foi assassinada quando o músico tinha oito anos de idade e nunca se soube o real motivo, nem há registros sobre quem foi o assassino.

O concerto final do projeto, intitulado “As Mulheres de Carlos Gomes”, apresenta árias e cenas das principais óperas do compositor, interpretadas por alunos e ex-alunos do curso de Canto do Instituto de Artes e Design da UFJF, enfatizando o destino trágico de suas protagonistas em uma contextualização atemporal, universal e crítica do papel da mulher na sociedade e na história. Segundo o professor, a atualidade e a relevância o tema ajudam a compreender que a ópera não é uma arte do passado e para poucos. Ela fala a todos e se mantém atual.

O projeto, inicialmente, tinha a ideia de determinar se haveria alguma correlação entre a tragédia que ocorreu com a mãe de Carlos e o destino dramático da maioria das heroínas das obras compostas por ele. A conclusão a que se chegou é que nada pôde ser estabelecido, mas o tema inicial se converteu em uma análise abrangente da figura feminina através das lentes do Romantismo. Como explica o professor, essa é a expressão artística por excelência do século XIX e perfeitamente representado através da obra de Carlos Gomes, que ele ressalta como o maior compositor brasileiro do período com uma ampla projeção internacional.

Considerado como um dos maiores trunfos artísticos da Renascença, a ópera teve inspiração no antigo teatro grego, com uma mescla de música e artes cênicas, entre outros elementos culturais, como cenários e figurinos, transformando-se em uma arte completa de grande apelo junto às audiências. Inicialmente destinada às elites, o gênero vem sendo desmistificado e ganhando espaço popular, graças também a iniciativas como a do espetáculo a ser apresentado no Central.

Valverde assinala ainda a importância do projeto ao levantar temas relevantes como a violência contra a mulher. O feminicídio no Brasil e a frequência com que continuam a acontecer abusos e assédios morais e sexuais ao longo do tempo são alguns dos prismas do trabalho realizado, sempre tendo como ponto de partida o repertório operístico de Carlos Gomes.

Divulgação UFJF - Professor Rodolfo Valverde ressalta a atualidade da obra de Carlos Gomes centrada na figura da mulher

COMENTÁRIOS: