• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Polícia Civil registra 31 assassinatos em três meses em Juiz de Fora

    Delegado Armando Neto afirma que do total de homicídios do primeiro trimestre, cerca de 80% estão com as apurações concluídas


    15/04/2016
    foto

    A Polícia Civil apresentou balanço das investigações de homicídios consumados dos últimos três meses em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 15 de abril. Segundo responsável pela delegacia Especializada de Homicídios, Armando Avólio Neto, que está a frente das investigações há duas semanas, foram registrados 31 assassinatos nos primeiros três meses do ano em Juiz de Fora, sendo que 80% estão com as apurações concluídas. "Toda a equipe de investigadores está empenhada em identificar as motivações dos crimes, que são em sua maioria tráfico de drogas ou rixa entre bairro tendo como pano de fundo o tráfico, e os autores para que possam ser tirados de circulação, evitando retaliações e mais mortes", destaca o Neto.

    Nesta sexta, 15, a equipe de homicídios cumpriu mandado de prisão de um jovem, de 18 anos, suspeito de matar um homem, 28, dentro de um bar no bairro Monte Castelo, no dia 24 de janeiro. O delegado afirma que o rapaz era temido na região, por estar supostamente envolvido em outros homicídios. "Ele tem suposta participação em outros crimes relacionados a rixas entre o Monte Castelo, Parque das Águas e Jardim Cachoeira", destaca. O suspeito será encaminhado para o Ceresp.

    fotoAs investigações relacionadas ao homicídio registrado neste último sábado, 9, na esquina da avenida Rio Branco e Itamar Franco, apontou como suspeito um adolescente, de 17 anos. Ele foi abordado pela equipe da Polícia Civil dentro da escola em que estuda, na região Central, e foram encontradas dentro de sua mochila duas facas. "O adolescente disse que portava as facas pois se envolve em várias brigas e usaria a arma para matar ou ferir alguém se fosse preciso. Pelo risco dele cometer outros delitos, enviei pedido a Vara da Infância e Juventude o pedido de acautelamento temporário do garoto. Temos testemunha ocular que o viu disparando contra a vítima pelas costas".

    Autoria identificada

    O delegado, Armando Neto, destaca que a equipe de homicídios está atuando diariamente para que nenhum homicídio fique sem elucidação. "O suspeito, 20, do homicídio registrado nesta quinta, 14, por exemplo, no bairro Olavo Costa já está identificado e investigadores estão nas ruas para mais informações. No último dia 8, conseguimos confirmar outros dois suspeitos da tentativa de homicídio registrada em novembro, devido a rixa entre moradores de Chácara e o bairro Filgueiras".

    Outros dois crimes que estão com motivações e autorias confirmadas são os homicídios registrados na última segunda, 11, no Parque das Águas, e de terça, 12, registrado dentro de uma padaria, no bairro Benfica. No caso da Zona Norte, o suspeito é um adolescente, 16 anos. A polícia chegou a encontrar fotos do garoto nas redes sociais com arma de fogo na cintura e uma frase postada logo depois do crime, dizendo "Quem mandou mexer comigo e me ameaçar". "Com as identificações dos suspeitos que consumaram o ato, trabalhamos para que a retirada da sociedade e apuração seja imediata", completa.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.