Dezenove áreas verdes serão reflorestadas em JFFlorestas municipais, Áreas de Preservação Permanente e Parque da Lajinha compõem os 106 hectares que receberão 137 mil mudas nativas em três anos

Clecius Campos
Repórter
21/9/2009

Mais de 137 mil mudas serão plantadas em 106 hectares (ha) de nove florestas municipais, de nove Áreas de Preservação Permanente (APP) e do Parque da Lajinha, nos próximos três anos. É o que promete o programa de reflorestamento e recuperação de vegetação Cidade Verde, lançado nesta segunda-feira, 21 de setembro pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).

De acordo com a coordenadora do projeto, Valéria de Fátima Malta, alguns critérios foram usados para escolha dos locais (ver tabelas no fim da matéria). "A recuperação vegetal das florestas municipais é uma forma de implementar as áreas criadas em 1999, pelo Decreto 6555/99. Das APPs, foram escolhidas aquelas com área maior que 1 ha. Já o Parque da Lajinha é uma unidade de conservação que precisa ser reflorestada."

O trabalho será iniciado na Fazenda Municipal Verbo Divino, no bairro São Judas Tadeu, no princípio de outubro. A área a ser delimitada e plantada é de 6,4 ha. No local, serão usadas 10.666 mudas. "Resolvemos começar por lá, pois já temos o apoio da comunidade, que faz frequentes reclamações sobre a situação do local, denunciando o depósito de muito lixo."

Segundo a responsável técnica, Ana Maria Brandão Mendes, serão usadas espécies típicas da Mata Atlântica no reflorestamento. "A expectativa é finalizar toda a recuperação vegetal na área inicialmente estipulada em três anos. O tempo é necessário, pois precisamos respeitar a época de plantio, que coincide com o início das chuvas. Os trabalhos devem ocorrer entre os meses de setembro e março." Ana Maria cita os benefícios que o reflorestamento pode trazer. "Teremos aumento do índice de área verde, da purificação do ar, melhorias no microclima da região do entorno, além do benefício à fauna urbana." O programa prevê ainda a criação de corredores ecológicos.

Foto do Parque da Lajinha Foto do Parque da Lajinha
Orçamento é de R$ 2 milhões

Com orçamento estimado em R$ 2 milhões, o projeto recebeu hoje, por meio de termo de cooperação entre os órgãos envolvidos, recurso inicial de R$ 260 mil, disponibilizado pelo IEF. O instituto vai investir em insumos, inseticidas, adubos, mudas e monitoramento técnico. O crescimento das árvores será acompanhado durante dois anos.

De acordo com a superintendente da Agência de Gestão Ambiental de Juiz de Fora (Agenda-JF), Sueli Reis, o restante da verba será captado junto aos fundos de meio ambiente do estado e do governo federal. "Juiz de Fora vai concorrer à próxima chamada pública do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais (Fhidro), a ser realizada no próximo mês. Vamos recorrer ainda a auxílios do Fundo Nacional do Meio ambiente (FNMA) para concluir o reflorestamento."

A fim de engrossar o montante, o prefeito Custódio Mattos assinou decreto de lei que obriga que as compensações ambientes recolhidas pelo município sejam depositadas no Fundo Municipal de Meio Ambiente e destinadas ao custeio do projeto. O supervisor regional do IEF, Fernando Gesualdi Reiff destaca a importância do reflorestamento. "Já executamos projetos parecidos em outras cidades da Zona da Mata e acredito que será de grande valor para Juiz de Fora. É uma boa forma de comemorar o Dia Mundial da Árvore."

Florestas Municipais
Nome Área / m² Área a ser reflorestada / m² Nº mudas Perímetro do cercamento / m
F. M. Vila Esperança* 5.431,80 0 0 0
F. M. Caiçaras* 132.965,01 0 0 0
F. M. Vila da Conquista 2.392,79 2.392,79 398 181
F. M. Vale Verde 18.990,25 5.000,00 833 715
F. M. São Damião** 146.040,00 43.164,38 7.194 1.604
F. M. Santa Lúcia 7.899,00 7.899,00 1.316 515
F. M. Amazônia 22.165,00 22.165,00 3.694 734
F. M. Pedras Preciosas 201.800,00 200.000,00 33.333 9.350
F. M. Verbo Divino 66.436,40 64.000,00 10.666 2.116
Total 598.120,25 344.621,17 57.434 15.215

Fonte: PJF
*Área ainda não demarcada
**Já existe uma compensação ambiental para parte da área.

Áreas de Preservação Permanente
DossiêBairroÁrea total (m²)Área a ser reflorestada(m²)Nº mudasPerímetro do cercamento aproximado (m)
AP 03 - 056/04 Santa Clara 15.462,82 15.462,82 1.718 520
AP/41 Bandeirantes 43.000,00 43.000,00 4.778 1.440
019/02 Tabaporanga 169.420,00 165.000,00 18.333 8.543
AP/48 Recanto dos Lagos 34.070,00 34.070,00 3.786 855
AP/50 Recanto dos Lagos 20.750,00 20.750,00 2.306 646
AP/66 Três Moinhos 10.348,60 7.320 813 709
AP/67 Três Moinhos 31.989,81 25.226,00 2.803 829
005-YG-1 Fazenda do Yung Linhares 94.150,00 61.150,00 6.794 3.518
021/06 Cidade do Sol 22.832,30 22.832,30 2.537 992
Total   442.023,53 394.811,12 43.868 18.052,00

Fonte: PJF

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.