A intenção da Prefeitura de resolver os problemas provocados pelas chuvas em algumas regiões de Juiz de Fora, utilizando para isso um empréstimo de R$ 420 milhões, deve ter ampla discussão na Câmara Municipal.
Em anúncio feito por vídeo, a prefeita Margarida Salomão (PT) disse que o dinheiro será usado para o financiamento de grandes obras e ações de macrodrenagem em Juiz de Fora. O objetivo é resolver problemas históricos de enchentes e alagamentos nos bairros Industrial, Santa Luzia, Mariano Procópio, Democrata, Linhares e na Rua Cesário Alvim.
A prefeita garantiu ainda que o Município tem condições de arcar com esse empréstimo diante da boa capacidade de pagamento e que não irá comprometer as receitas futuras.
Margarida conclui dizendo que apenas com grandes intervenções será possível acabar com um longo histórico de problemas provocados pelas chuvas, especialmente, durante o verão.
A questão é que os vereadores foram pressionados por suas bases e comentários posteriores ao anúncio da prefeita, a dificultarem essa aprovação.
Pelo que apurei nos bastidores, o empréstimo deve ser aprovado. Mas antes de passar por uma discussão que prevê até mesmo uma audiência pública, além de reuniões internas que envolvem comissões da casa legislativa.
Se aprovado mesmo será o maior empréstimo já realizado por uma administração municipal em Juiz de Fora em valore nominais.

Leia mais em Ricardo Ribeiro

Acessa.com - Coluna Ricardo Ribeiro

COMENTÁRIOS: