O governo de Minas anunciou nesta sexta-feira, 23, em publicação no Diário Oficial do Estado mudanças no comando da Polícia Civil em cidades estratégicas da Zona da Mata.

Em Juiz de Fora, a delegada Flávia Murta deixa a chefia de do 4° Departamento de Polícia Civil. Em seu lugar, assume o delegado Eurico da Cunha Neto, que era diretor do Detran/MG até esta semana quando o cargo passou a ser conduzido por um profissional da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplag).
O delegado regional de Juiz de Fora Márcio Savino também deixa o cargo. Em seu lugar assume o delegado Bruno Wink dos Santos.

Ainda em Juiz de Fora, devem ser criadas as delegacias especializadas de entorpecentes e homicídios e, em breve, a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Na delegacia regional de Ubá assume o delegado Bruno Salles Matos.

Em Leopoldina, deixa a função de delegado regional, Mauro Ricardo Guimarães Pinho e assume a função o delegado Diego Candian Alves, que estava no cargo em Ubá.

As mudanças, especialmente, em Juiz de Fora visam reforçar o trabalho de investigação e repressão, que vinha sendo conduzido. Apurei com fontes da PC, que apesar dessa movimentação, ainda é necessário aumentar o investimento na Polícia Civil no que diz respeito aos equipamentos e, principalmente, aos recursos humanos em determinados setores, que acabam atrasando ou mesmo dificultando o trabalho dos agentes.

Leia mais em Ricardo Ribeiro

Nos Bastidores - Ricardo Ribeiro

COMENTÁRIOS: