Hosóscopo do dia

3 de outubro de 2022, segunda-feira

(21 de junho a 21 de julho) - Seu momento astral: boa posição irá resultar dos seus atos no campo pessoal. Por isso, procure não se deixar abater por pequenos problemas. Interesses materiais: dia que mostra movimentação e mudança na lida com dinheiro e dívidas. Vantagem em tarefas do trabalho. Vida Íntima: bom momento.

Mês Astral: Câncer sob a regência do Sol em Libra

Com o Sol regendo a sua casa IV, as influências até a próxima mudança de regência solar acontecem basicamente sobre o que disser da vida em família e de seu apego a tudo o que estiver ligado ao ambiente doméstico e suas relações do cotidiano, o pai e a sua representação de autoridade e centro de atenções. No campo material a fase é aquela em que você lidará com êxito, de oposição e obstáculos no trabalho e profissão, tudo o que disser de agricultura e a terra, incluída aí a mineração. No corpo, rege o aparelho digestivo.

Seu signo
Planeta Regente: Lua.
Elemento na natureza: água.
Anatomia: estômago.
Dia da semana favorável: segunda-feira.
Personalidade: A cantora baiana Baby do Brasil (Baby Consuelo), figura de destaque da renovação da moderna MPB que começou seu trabalho nos "Novos Baianos", grupo de vanguarda da música brasileira.
O nativo: O mais carente de todos os seres do zodíaco, o canceriano mostra uma permanente sede de atenções e cuidados. Tem ele forte apego a tudo o que diz de suas raízes e da tradição, família, e o passado. É dormente e pensativo, um ser especial que, vinculado ao elemento Água, mostra a estabilidade, a quietude de um lago, mas ao mesmo tempo, é sobejamente determinado quando trata de suas metas de vida. A Lua que o rege lhe dá o caráter romântico e misterioso que realça a fecundidade, os sonhos e a memória, típicos de quem se liga às tradições e à família de forma notável. A emoção nele aflora de uma forma generosa e afável. Na natureza ele representa o início e o fim da vida.

Últimas notícias

Luciano Bivar consegue se reeleger à Câmara em Pernambuco

O deputado Luciano Bivar, presidente da União Brasil, foi reeleito por Pernambuco com 74,4 mil votos neste domingo (2). Depois de se ver envolvido em uma disputa com o presidente da República, Jair Bolsonaro (hoje no PL), pelo controle do PSL em 2019, ele comandou a fusão da sigla com o DEM.

Rosângela Moro devolve provocação de advogado após ser eleita

Após conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados, a advogada Rosângela Moro (União Brasil), mulher do ex-juiz federal Sergio Moro (União Brasil), devolveu uma provocação feita pelo advogado criminalista Augusto de Arruda Botelho, que não conseguiu se eleger deputado federal pelo PSB. No dia 15 de setembro, Botelho afirmou, no Twitter, que havia convidado Rosângela para um debate sobre a Lava Jato em São Paulo.

Léo Índio, sobrinho de Bolsonaro, perde eleição para deputado distrital no DF

FOLHAPRESS - Sobrinho do presidente Jair Bolsonaro (PL) e primo dos irmãos Flávio (Republicanos) e Eduardo Bolsonaro (PL), Léo Índio (PL) não conseguiu um assento na Câmara Legislativa do Distrito Federal. O candidato, que saiu na urna com o sobrenome Bolsonaro e foi exonerado em setembro da assessoria da liderança do PL no Senado por não trabalhar desde março, recebeu um total de 1.

Lula recupera maioria das cidades que deixaram PT em 2018

Para garantir a vantagem no primeiro turno das eleições, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contou com a retomada de 226 redutos eleitorais petistas que haviam debandado para outros partidos em 2018. Com 99,9% das urnas apuradas até a conclusão desta reportagem, Lula tinha 48,4% dos votos válidos neste domingo (2) e vai para o segundo turno contra Jair Bolsonaro, que tinha 43,2%.

Lula e Bolsonaro têm concentração histórica de votos no 1º turno

O ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) registraram uma acumulação histórica de votos no primeiro turno ao obterem juntos 91,63% dos votos válidos após apuração de 99,98% das urnas. A polarização supera a verificada em 2006, quando o petista e Geraldo Alckmin (PSB), à época adversários, obtiveram 90,25% dos votos válidos (48,61% e 41,64%).