RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Manu Gavassi, de 29 anos, lamentou ter ficado de fora dos indicados ao Grammy Latino, que foram anunciados na terça-feira (19). No Instagram, a cantora fez um desabafo sobre o seu álbum visual "Gracinha", lançado no ano passado, ter sido ignorado na premiação. A artista disse que "foi um dia difícil".

"Não queria deixar esse momento passar em branco, porque para mim não passou. Eu tirei um tempo agora para ler as mensagens de vocês. Estou aqui vendo tudo, lendo cada palavra, me alimentando da energia desse sonho lindo que é 'Gracinha' através dos olhos de vocês, que entenderam a grandiosidade", escreveu em publicação na rede social.

"Um filme, dois álbuns, meses e meses, energia e coração investidos. Hoje não foi um dia fácil para essa minha cabecinha pensante e sonhadora", ela acrescentou.

Em seguida, ela destacou que esta não é a primeira vez que enfrenta uma barreira em sua carreira, já que passou por diversas situações adversas e a que fizeram chegar onde ela está.

"Mas daí lembro que minha carreira inteira também não foi, é uma sucessão de provações e aprendi a entender isso e usar de combustível para produzir cada vez mais arte com propósito e com luz. Arte que faça sentido e que inspire força, sensibilidade e criatividade. E pitadas de humor, cortesia da casa", afirmou.

Manu acredita que o álbum "Gracinha" pode não ter sido compreendido por ser um trabalho inovador. "Talvez seja um projeto realmente a frente do tempo, do que se espera e do que se consome", avaliou.

Ela também destacou como o álbum foi importante em sua carreira e agradeceu aos seus fãs. "Mas me transformou na artista que sou hoje. Por vezes invisível mas (quase) sempre inovadora. Amo vocês. Amo quem 'Gracinha' me tornou e ainda me tornará. Obrigada por estarem aqui comigo em cada nova jornada. (O álbum visual 'Gracinha' pode ser assistido no Disney Plus)", agradeceu.

Nos comentários, a cantora recebeu uma série de elogios e mensagens de carinho de amigos. "Você é gigante, Manu", disse Marina Ruy Barbosa. "Parabéns pela sua obra!!!", afirmou Rafael Infante. "Eu choro sempre que vejo", comentou Bruno Gagliasso. "'Noiz' sabe o que é nosso, irmã!", ressaltou Lucas, vocalista da banda Fresno. "Mas que baita projeto", avaliou Lucas Lima.