RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Protagonista de "A Pequena Sereia", Halle Bailey assumiu ter ficado surpresa com as reações das crianças negras ao assistirem um pequeno trailer do filme, que tem estreia prevista para maio de 2023. "Foi uma sensação louca ver a reação de todos ao teaser. Foi impressionante e chorei com todos esses vídeos que me enviaram", contou a jovem atriz.

Halle, 22, foi anunciada como Ariel em 2019. Mas, ela já era conhecida pela dupla Chloe x Halle. Um ano antes, as irmãs estrearam na televisão interpretando as gêmeas Jazz e Sky Forster na série Grown-ish. Na vida real, no entanto, elas têm dois anos de diferença de idade.

"Estou muito feliz e cheia de gratidão. Isso me lembra de estar com os pés no chão e grata por ter essa oportunidade", explicou ela, que também sofreu com vários comentários racistas, mas ela não quis entrar nesta questão durante um vídeo que fez sobre a repercussão do teaser.

Anteriormente, ela já tinha se pronunciado sobre o racismo. "Não me importo com as questões negativas que surgirem, sou muito grata por esse papel que é maior do eu, que é incrível e acho que será lindo. Estou muito feliz por fazer parte disso", afirmou a atriz durante entrevista à Variety.

Halle tem preferido destacar a importância de sua personagem. "Sei o que significaria para mim, como uma garotinha, se tivesse visto uma Ariel negra quando eu era mais jovem. Se eu tivesse visto isso, teria mudado toda a minha visão da vida. O fato de estar fazendo isso é muito legal e inacreditável para mim", justificou Halle Bailey.