RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Mal estreou a segunda temporada de "Arcanjo Renegado" (Globoplay), Marcello Melo Jr, 34, já pode ser visto também em "Mar do Sertão" (Globo), e de uma forma bem diferente. Oposto do policial Mikhael, Vanclei é um homem de caráter duvidoso. Um típico malandro que espera sempre se dar bem e não vê problema em levar a melhor sobre os outros.

O personagem, recém-chegado na cidade fictícia de Canta Pedra -ele entrou na trama no capítulo da última terça-feira (20)-, era o que o ator vinha buscando depois de uma preparação pesada para viver o protagonista da série da streaming.

"A carreira do ator tem muitos desafios e um deles é justamente esse: poder mudar literalmente da água para o vinho de um trabalho para o outro. Mikhael é intenso e forte. Já Vanclei é transparente. Não é vilão. Ele é até meio caricato. Como a novela é leve fica mais gostoso trabalhar um personagem no entretenimento e na diversão do que na vilania ", avalia Marcello.

O ex-marido de Xaviera (Giovana Cordeiro) vai mexer com a trama central. "Vanclei chega com força na história de Mário Teixeira e eu espero que o público goste", avisa o ator que, assim como os outros atores que não são nordestinos, ele precisou de preparação devido ao sotaque da região. Mas, Marcello não teve dificuldades, justamente pela facilidade que ele tem com as pronúncias.

"Pego muito rápido a acentuação. Até brinco que quando vou a um estado, tipo, no Sul do Brasil ou Bahia, não demora muito eu já viro local (risos). Não tenho problemas com sotaque", brincou ele que contou com a ajuda de atores do Nordeste. A novela traz cerca de 20 artistas da região, como a paraibana Isadora Cruz (Candoca), e o pernambucano Renato Góes (Tertulinho). "Está todo mundo no mesmo tom", afirma.

Com 20 anos de carreira, Marcello reconhece que o protagonista Mikhael, de "Arcanjo Renegado", é um dos seus papéis mais importantes. Por enquanto. "É um divisor de águas na minha vida. Graças a Deus, já vinha de um carreira bem construída até a primeira temporada de 'Arcanjo'. Estreou a segunda e todo mundo elogiando com repercussão lá em cima. Enfim. É um trabalho intenso, em que a gente se joga, se envolve, se dedica e se machuca... mas o resultado é superpositivo", comenta.

Fazendo um retrospecto, o ator se diz realizado com os personagens que já fez e jura não faltar nenhum tipo específico que já tenha sonhado interpretar. "Me sinto completo... Geralmente, eu desejo aquilo que estar por vir e de fazer coisas novas. Nunca fui um ator de querer o personagem x ou y. Me dedico e me entrego a qualquer projeto e o que eu quero é que o trabalho sempre cresça", afirma.