SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Shakira, 45, ganhou uma homenagem inusitada no mural da Asocasol (Associação de Cornos de Soledad), na região metropolitana de Barranquilla, Colômbia, após as traições do ex-marido Gérard Piqué, 35. O mural é conhecido como o paredão dos cornos colombianos.

O espaço é atualizado anualmente no pré-Carnaval com os nomes das vítimas de infidelidade, mas a artista foi incluída como nova integrante ilustre, no último fim de semana, com direito a desenho do seu rosto e trechos da canção "Music Sessions", que tem vários ataques ao ex-marido.

Segundo o jornal El Tiempo, o mural da associação completa 23 anos ininterruptos com pinturas de nomes de vizinhos, famílias, artistas e políticos que foram traídos. Os representantes da associação argumentam que o chifre já se normalizou e usam como lema: "homem sem chifre é um homem indefeso".

O ex-casal anunciou o fim do casamento em junho do ano passado em meio a especulações de traição de Piqué, que renderam muito assunto na imprensa. O programa 'El Gordo y la Flaca', do canal Univisión, revelou que a cantora contratou detetives para descobrir se o jogador de futebol tinha um caso extraconjugal.

Já o The Sun noticiou que a cantora começou a desconfiar que estava sendo traída após voltar de uma viagem e descobrir que alguém havia comido um pote de sua geleia favorita. Piqué, que segue uma dieta rigorosa, e o filho não consome o produto.