SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A diretoria colegiada da Ancine (Agência Nacional do Cinema) aprovou na terça (24) a criação da Coordenação de Proteção ao Direito Autoral. O grupo deverá elaborar estudos e proposições que busquem coibir violações, além de acompanhar propostas legislativas sobre o tema.

O tema, até então, se encontrava sob a alçada da Coordenação de Combate à Pirataria. No entendimento da agência, porém, a mudança no mercado audiovisual diante de inovações tecnológicas pede um enfoque maior em violações do direito autoral que possam ocorrer nas plataformas digitais.