Segunda-feira, 1 de agosto de 2011, atualizada às 18h44

Volta às aulas mobiliza cerca de 130 mil estudantes e aumenta fluxo de veículos em Juiz de Fora

Aline Furtado
Repórter
Trânsito em JF

O retorno das aulas nas escolas públicas estaduais e municipais, além das instituições da rede particular de ensino, mobiliza, ao longo desta semana, cerca de 130 mil estudantes da cidade.

Somente nas escolas municipais, um total de 49 mil alunos, segundo dados da Secretaria de Educação (SE) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), voltaram às salas de aula de 102 escolas nesta segunda-feira, 1º de agosto.

O calendário da rede estadual de ensino previa o retorno às aulas nesta segunda-feira, contudo, com a greve dos professores, que chega aos 55 dias, nem todas as 49 escolas estaduais retomaram às atividades. Ao todo, 43 mil estudantes estão matriculados na rede estadual de ensino em Juiz de Fora.

"Mesmo com o recesso escolar, mantivemos nossa mobilização, já que não existe resposta por parte do governo no que diz respeito às nossas reivindicações. Entretanto, por medo da ameaça de corte de ponto, alguns trabalhadores voltaram às atividades nesta segunda-feira", explica a diretora de Comunicação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) local, Yara Aquino.

Na próxima quarta-feira, dia 3, a categoria reúne-se em assembleia estadual, que será realizada em Belo Horizonte. Já na quinta-feira, 4, os professores participam da assembleia regional, marcada para as 16h, na Escola Normal. A intenção é discutir os rumos do movimento. Entre as reivindicações dos trabalhadores em educação está a aprovação do reajuste salarial de R$ 1.597 para 24 horas de trabalho.

Trânsito

Com a retomada das atividades nesta segunda-feira, 1º, houve, ainda, a retomada de movimento no trânsito do entorno das escolas. De acordo com a assessoria da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), com a volta às aulas, seja no primeiro ou no segundo semestre, ocorre um retorno ao movimento normal, já que nos meses de dezembro, janeiro e julho, a tendência é que haja um esvaziamento nas ruas.

Para evitar tumultos e auxiliar os alunos em travessias foram destinados nove agentes, por turno, para as portas de escolas localizadas em vias com maior contingente e de mão dupla, como é o caso das avenidas dos Andradas e Independência. Ainda segundo a assessoria, nos dois turnos, dia e noite, são disponibilizados 18 agentes de trânsito. A dica da Settra aos pais e condutores de vans que levam estudantes até as escolas é que evitem ruas e avenidas mais congestionadas, optando por rotas alternativas.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.