Quinta-feira, 03 de janeiro de 2008, atualizada às 09h36

Oportunidades para incubação e condomínio de empresas


Renata Solano
*Colaboração

O Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) divulgou os editais para incubação e para condomínio de empresas em dezembro.

Os interessados devem efetuar sua inscrição através do site do Critt até segunda-feira, dia 21 de janeiro. No entanto, os procedimentos para inscrição devem ser conferidos nos respectivos editais, publicados no mesmo site.

Vão ser oferecidas 11 vagas divididas da seguinte forma: sete para a Incubadora de Base Tecnológica do Critt (IBT); duas para Incubadora de Design (InDesign) do Colégio Técnico Universitário (CTU); e duas para o Condomínio de Empresas.

O processo de seleção para incubação consta de três fases: Análise da Pré-proposta; Curso de Iniciação Empresarial; e Defesa oral do Plano de Negócios. Já para o processo de condomínio de empresas, as propostas devem ser apresentadas por pessoas jurídicas, cujo objeto social seja compatível com o desenvolvimento de produtos e ou serviços de base tecnológica.

Segundo o diretor do Critt, André Marcato, o edital é uma oportunidade de aproximação entre as empresas e a universidade. "É uma ferramenta da UFJF para apoiar jovens empreendedores que querem se engajar na área de inovação. Além disso temos duas vagas para condomínio de empresas que é uma oportunidade para empresas já estabelecidas no mercado de se aproximar da instituição", esclarece.

Incubação e condomínio

A incubação de empresas tem um prazo de três anos e é um processo de apoio ao desenvolvimento de pequenos empreendimentos e de empresas nascentes. Funciona como uma promoção de condições específicas, através da qual empreendedores podem desfrutar de instalações físicas, de ambiente instrucional e de suporte técnico e gerencial no início e durante as etapas de desenvolvimento do negócio.

O condomínio tem um prazo de quatro anos e funciona como um ambiente de interação entre o departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa e a universidade, viabilizando soluções econômicas e investimentos planejados.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.