SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRES) - O Santos tenta, mas tem dificuldade para segurar John. O goleiro pediu novamente para ser negociado e foi procurado por Botafogo, Internacional e São Paulo recentemente.

Em julho, o Santos recusou propostas de Botafogo e São Paulo e prometeu vender John em caso de uma "proposta aceitável". Até agora, os valores não agradaram.

O Peixe, a pedido do técnico Odair Hellmann e do coordenador esportivo Falcão, procura convencer John a permanecer, só que o jogador parece irredutível. Ele é reserva de João Paulo, capitão do time.

Nas reuniões com o presidente Andres Rueda, Odair e Falcão falaram sobre a necessidade de procurar um substituto se o Santos vender John. O entendimento é que Diógenes e Paulo Mazoti, da base, ainda não estão prontos, o que faz com que o jogador ganhe ainda mais importância para os planos dos santistas, que não pretendiam ir ao mercado para buscar uma opção para o gol.

Se não convencer John a ficar, o Peixe aceitará alguma proposta. O clube lamenta, porém, não quer atletas insatisfeitos no elenco. O goleiro já fez mais de uma reunião com Rueda para pedir a saída.

John tem 26 anos e já disputou 29 partidas pelo Santos. Ele era titular até passar por cirurgia no joelho, no ano passado. O contrato termina em 2025.