SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O novo técnico do Corinthians é filho de um ídolo do clube, e a história da família agora ganha um novo capítulo em cores alvinegras. Fernando Lázaro foi anunciado oficialmente no domingo (20), para a felicidade e até a surpresa do ex-lateral Zé Maria, pai do agora treinador.

"Claro que a gente se surpreende, porque tem vários treinadores gabaritados e também pelos comentários de que o clube estaria procurando um português", afirmou Zé Maria, em conversa com a reportagem.

"Chegaram nessa conclusão, deram essa oportunidade para ele, e agora é uma nova história. Para ele, é fazer uma nova história", disse.

Zé marcou toda uma geração de corintianos, sendo ainda hoje o quinto jogador que mais vezes entrou em campo pelo clube (598 jogos). Ele atuou 13 anos pelo Alvinegro e foi campeão quatro vezes, incluindo títulos simbólicos como o Paulistão de 1977, que quebrou um jejum, e o de 1982 com a Democracia Corintiana.

Fernando Lázaro já superou o pai em tempo de trabalho e títulos conquistados no Corinthians, mas sem entrar em campo. Ele chegou ao clube em 1999, para uma função administrativa, foi puxado ao departamento de futebol nos anos 2000, virou analista de desempenho, depois auxiliar técnico até chegar ao comando da equipe.

"Até falei para ele: "tive o meu desafio [como lateral], superei e venci, agora é sua vez". Vai ser aquela tensão, estou sofrendo mais do que ele. É uma baita responsabilidade, mas ele tem a consciência de que ele está preparado para isso, sabe do desafio e vai seguir em frente", aposta Zé Maria.

"Fernando tem um conhecimento profundo do futebol, então o clube fez essa avaliação. Ele foi muito bem como treinador interino, teve uma base, e agora vai ter que fazer as coisas da cabeça dele, comandar os caras. Não vou nem ficar dando pitaco", brincou o ídolo corintiano, que acrescentou:

"Agora é pensar para frente, pensar nesta nação [corintiana], na responsabilidade que ele está assumindo. Ele está confiante, e estou feliz por isso."

Lázaro agora tem reuniões com a diretoria para definir os nomes de sua comissão técnica. Ele encabeça o planejamento para 2023 e começa a trabalhar com o elenco a partir do dia 14, data do início da pré-temporada e também de sua apresentação oficial como treinador. O contrato dele vale até dezembro do ano que vem.