SÃO PAULO, SP (UOL - FOLHAPRESS) - Na maior zebra da Copa do Mundo até o momento, a Argentina foi derrotada de virada pela Arábia Saudita, nesta terça-feira (22). Na opinião de Felipe Melo, os argentinos não conseguiram entender o estilo de jogo proposto pelos sauditas. Além disso, o meio-campista opinou que seu companheiro de Fluminense, Germán Cano, fez falta.

Em uma série de vídeos publicados nos stories do Instagram, Felipe Melo afirmou que a derrota da Argentina é uma prova de que 'só a camisa não ganha jogo' e que é necessário sempre estudar e conhecer o adversário.

"Quero ver se alguém vai falar do treinador da Arábia Saudita. Eles deram um nó tático na Argentina. A Argentina não entendeu como a Arábia Saudita foi para o jogo, com uma linha super alta. O goleiro jogando como se fosse líbero. Bola longa que passava dos zagueiros, ele chegava em todas ou quase. Quando o goleiro não chegava, os jogadores argentinos estavam impedidos", analisou Felipe Melo.

"É bom para entender que na Copa do Mundo não se ganha somente com a camisa, não. Tem que estudar o adversário, saber como joga. Não dá para achar que vai entrar em campo e vai ser jogo fácil", complementou.

Felipe Melo ainda admitiu estar contente com o resultado, não só pela rivalidade entre brasileiros e argentinos, mas também por ver um possível adversário da seleção brasileira na briga pelo título sendo derrotado

"Como bom brasileiro, estou contente, feliz. É uma grande rival que sai perdendo. [...] E o Cano? Poderia ter feito alguns gols pela Argentina hoje, estava no estádio torcendo. Eu falei: 'Convoca o Cano'. Eu falei", finalizou.

Sequência do Grupo CA Arábia Saudita volta a campo pelo Grupo C da Copa do Mundo no próximo sábado (26), às 10h (de Brasília), quando enfrenta a Polônia. A Argentina tenta se recuperar no mesmo dia, às 16h (de Brasília), diante do México.