SÃO PAULO, SP (UOL - FOLHAPRESS) - Nesta terça-feira (22), Renata Silveira fez história ao se tornar a primeira mulher a narrar um jogo da Copa do Mundo na televisão aberta, ao comentar o empate em 0 a 0 entre Dinamarca e Tunísia. Nesta quarta (23), ela conquistou mais uma marca: foi a primeira mulher a narrar um gol pela competição também na televisão aberta.

No Twitter, a atuação de Renata foi muito elogiada pelos torcedores e fãs do torneio.

"Renata Silveira está mandando bem demais na narração desse jogo, viu. E quem está reclamando, está reclamando por ser mulher ocupando o espaço de narrador", pontuou uma internauta. "Renata Silveira está muito bem nessa Copa. Consegue passar emoção e ser bem informativa", escreveu outro.

Renata Silveira também já narrou as últimas Copas do Mundo, mas em outros espaços: na Rádio Globo, em 2014, depois de ganhar o concurso "Garota da Voz", e na televisão fechada, no extinto Fox Sports, em 2018.

Ela é contratada do Grupo Globo desde 2020 e já comandou a transmissão de outras partidas do futebol masculino na televisão aberta e fechada.