DOHA, QATAR (UOL - FOLHAPRESS) - O youtuber bolsonarista Thiago Asmar, do canal Pilhado, arrumou confusão na festa da torcida Movimento Verde e Amarelo, maior organizada em apoio à Seleção, horas antes da estreia na Copa do Mundo, nesta quinta-feira (24), contra a Sérvia, em Doha.

A reportagem presenciou o bate-boca. Thiago Asmar gravava vídeos xingando o presidente eleito Lula de ladrão e também participou de momentos em que uma minoria apoiou Jair Bolsonaro, derrotado nas eleições, com gritos de "mito".

Porém, em certo momento, um homem foi reclamar com o youtuber: "Aqui não é lugar disso não", e foi discutir falando próximo a Thiago Asmar, que rebateu: "Vou falar o que quiser".

Ambos continuaram repetindo essas frases por alguns segundos, discutindo de forma mais áspera. Outros apoiaram a iniciativa do torcedor, enquanto alguns apareceram para separar e propor: "Vamos xingar os dois e que se f..."

Os ânimos ficaram menos exaltados quando um torcedor falou para Asmar que é o momento de torcer pelo Brasil e não falar de política. Depois, Asmar postou em suas redes sociais um vídeo do momento e comentou: "Briguei por Bolsonaro e pelo Brasil no Qatar! Ninguém me diz o que posso ou não fazer ou falar!"

Apesar da manifestação, só uma minoria apoiou os gritos em apoio ao presidente derrotado na festa de Doha. A maioria dos brasileiros queria festejar e cantar para apoiar a Seleção, que entra em campo a partir das 16h.