SÃO PAULO, SP (UOL - FOLHAPRESS) - Dois dias depois de sua saída polêmica do Manchester United, Cristiano Ronaldo marcou, de pênalti, o primeiro gol de Portugal na vitória por 3 a 2 sobre a Gana, nesta quinta-feira (24), na estreia das duas seleções na Copa do Mundo do Qatar. O jogador de 37 anos foi bastante valorizado pela imprensa portuguesa, que ressaltou que na seleção ele "não é dispensável", diferentemente do que aconteceu no clube inglês.

"Aqui, Cristiano Ronaldo não é dispensável... e faz história", destacou o jornal 'A Bola'. "Mais um gol para a história de Cristiano Ronaldo, que passa a ser o primeiro jogador de futebol do mundo a marcar em cinco Mundiais consecutivos. E é por isso que, em Portugal, o capitão não é dispensável. Pelo contrário, e sempre decisivo", complementou o periódico.

O astro de Portugal estreou em Copas na edição de 2006, na Alemanha, e já balançou a rede em sua primeira Copa. Depois, ele fez mais um tento nos dois Mundiais seguintes. No torneio da Rússia, em 2018, CR7 anotou quatro. Agora, ele soma oito gols em 18 partidas e marcou em toda Copa que disputou.

"O craque madeirense não tremeu, chegou aos 118 golos com a camisola principal da Seleção e atingiu um registro histórico, ao tornar-se no primeiro jogador a marcar em cinco edições do Mundial", analisou o "O Jogo'.

Embora estivesse com a seleção para a disputa da Copa do Qatar, CR7 vivia um drama com seu relacionamento com o Manchester United. O jogador e o clube estavam em crise há dois meses, e a situação ficou mais complicada depois que o português deu uma entrevista bombástica com críticas aos Red Devils.

Enquete: Qual seleção vai mais longe na Copa do Mundo do Qatar?A atuação na vitória de Portugal serviu para afastar o momento turbulento pelo extracampo. Depois da partida, CR7 voltou a falar sobre o tema. "O importante foi a equipe ter vencido. O capítulo está fechado e o foco está única e exclusivamente no Mundial. Como disse, queríamos entrar com o pé direito. Ganhámos, jogámos bem, ajudei a equipe. Todo o resto não é importante, o importante é a seleção", afirmou o jogador.

Com o resultado, Portugal assumiu a liderança isolada do Grupo H, enquanto Gana ficou na lanterna. Uruguai e Coreia do Sul, as outras duas seleções da chave, empataram sem gols na primeira rodada. O segundo jogo das equipes acontecerá na próxima segunda-feira (28). A seleção portuguesa enfrentará a uruguaia, enquanto Gana e Coreia do Sul medem forças no outro confronto.