DOHA, QATAR (UOL-FOLHAPRESS) - O caso do lateral-direito Danilo é mais grave do que previa o departamento médico da seleção brasileira logo depois da estreia na Copa do Mundo contra a Sérvia. Exames realizados no começo da tarde desta sexta-feira (25) identificaram uma entorse no tornozelo esquerdo que deve tirar o jogador pelo menos das partidas contra Suíça e Camarões na primeira fase, nos dias 28 e 1º.

Danilo sentiu o tornozelo esquerdo quando foi tentar um cruzamento e o pé de apoio prendeu no gramado durante a partida contra a Sérvia. Ele terminou a partida, disse que não previa maiores problemas nos dias seguintes e saiu andando normalmente do estádio de Lusail, mas as previsões não se confirmaram, como noticiou inicialmente a TNT e confirmou o UOL Esporte.

Danilo foi titular da seleção brasileira durante todo o ciclo de preparação para a Copa do Mundo e começou o torneio no time inicial. O reserva imediato da posição é Daniel Alves, mas Tite também já usou o zagueiro Éder Militão improvisado na posição. O treinador cogitou na convocação do último dia 7 levar só Danilo na lateral direita, tendo Militão como reposição imediata e outro zagueiro na lista de convocados, mas por fim decidiu chamar Daniel Alves.

Ainda não é possível cravar o desfalque de Danilo contra Suíça e Camarões porque isso depende da evolução do quadro. O lateral-direito está fazendo fisioterapia no hotel da seleção e ainda vive a expectativa de se recuperar a tempo dos próximos jogos.