SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Sem Cristiano Ronaldo e em ótima fase na temporada, o Manchester United planeja, segundo a imprensa da Europa, fazer um movimento importante na próxima janela de transferências para contratar Harry Kane, centroavante do Tottenham.

O camisa 10, que foi artilheiro da Copa de 2018, entrará em sua última temporada de contrato com o time de Londres a partir do verão europeu, quando acabam as competições no continente.

De acordo com o 'Daily Mail', a prioridade do treinador Erik tem Hag para a próxima temporada é justamente um centroavante e Kane surge no topo da lista. O Tottenham, entretanto, reluta em negociar o jogador com um rival inglês integrante do 'Big Six' e o Bayern de Munique surge como concorrente na briga pelo atacante.

A temporada de Harry Kane é, mais uma vez, espetacular. Com 15 gols em 20 jogos na Premier League, o atacante está atrás apenas de Haaland, que soma 22 tentos em 18 partidas, na briga pela artilharia da liga.

Frustrado pela falta de evolução e competitividade do Tottenham, Kane vê com bons olhos uma saída para respirar novos ares. Porém, o clube não pretende facilitar uma negociação do seu principal jogador: com valor de mercado avaliado em 90 mi de euros - cerca de R$500 mi - a diretoria quer cerca de 85 milhões de libras - R$548 mi - para negociar o atacante.

Na tentativa de oferecer uma renovação ao atacante, o Tottenham se vê pessimista em um acordo, que dependerá diretamente dos resultados alcançados pelo clube. Uma vaga na próxima Liga dos Campeões pode ajudar a convencer o atacante a permanecer por mais tempo.

No Tottenham desde a base, Kane rodou por clubes menores da Inglaterra, além de Norwich e Leicester, sempre por empréstimo. Mas, retornou e conseguiu se firmar nos Spurs, e está a um gol de se tornar o maior artilheiro da história do clube: tem 265 gols em 414 partidas.