RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Manchester United saiu na frente do Nottingham Forest no jogo de ida da semifinal da Copa da Liga Inglesa. Os Red Devils venceram por 3 a 0 nesta quarta-feira (25), no The City Ground, em Nottingham (Inglaterra). O jogo marcou a estreia de Danilo, ex-Palmeiras, como titular do time da casa.

Os gols da partida foram marcados por Rashford, Weghorst e Bruno Fernandes.

Danilo foi bem, um dos melhores em campo pelo Forest. O treinador, porém, optou por tirá-lo aos 12 minutos do segundo tempo.

O jogador vendido pelo Palmeiras estreou no time inglês no sábado (21), no empate por 1 a 1 contra o Bournemouth pela Premier League.

Na próxima quarta-feira os times vão decidir a vaga no Old Trafford. Na outra semifinal, o Newcastle United saiu na frente do Southampton: 1 a 0, fora de casa.

A semifinal é a única fase da Copa da Liga Inglesa com jogos de ida e volta.

Pela primeira vez, Gustavo Scarpa e Danilo foram titulares juntos no Nottingham Forest.

EX-PALMEIRENSES JUNTOS

Pela primeira vez, Gustavo Scarpa e Danilo foram titulares juntos no Nottingham Forest.

Além de Danilo, Scarpa também foi bem na partida. Mais próximo ao ataque, o jogador teve uma ótima chance defendida por De Gea ainda no primeiro tempo. Em outro chute, colocou muito para o alto. Ele seguiu tentando, mas foi substituído aos 18 minutos do segundo tempo.

Danilo iniciou a jogada do que seria o gol de empate do Forest. Deu belo passe para Gibbs-White disparar. Ele achou Sturridge, que marcou. O gol, entretanto, foi anulado.

O jovem criado no Palmeiras se apresentou e foi participativo no primeiro tempo, se aproximando da defesa para iniciar as jogadas. A torcida teve boa recepção com o brasileiro.

United, melhor tecnicamente, iniciou mais ligado e abriu o placar logo no começo. Depois, porém, o time da casa melhorou e deu sustos, tendo até um gol anulado. Mesmo assim, os Red Devils ampliaram pouco antes do intervalo.

No segundo tempo, o jogo acabou caindo de qualidade com a quantidade de erros dos dois lados, especialmente nos passes. Os treinadores começaram a mudar os times, mas as alterações não surtiram o efeito esperado.

O United seguiu melhor, mas escolheu administrar o bom resultado fora de casa. Na reta final, Bruno Fernandes ainda sacramentou a vitória e a excelente vantagem para o jogo de volta.