SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Vasco bateu nesta quarta-feira (25) a Portuguesa-RJ por 2 a 0, no Estádio Luso Brasileiro, pela quarta rodada do Campeonato Carioca 2023. Podendo contar com os titulares após o fim da pré-temporada nos EUA, o time cruzmaltino conquistou a sua primeira vitória no Estadual.

Nenê inaugurou o placar logo aos 13 minutos de jogo e Gabriel Pec, com um golaço de cavadinha aos 4 minutos da etapa complementar, deu números finais ao duelo

A Portuguesa fez um jogo equilibrado, mas não conseguiu ser eficiente no ataque e foi vítima de duas jogadas de habilidade dos vascaínos.

A partida marcou a estreia de Barbieri como técnico do Vasco em jogos oficiais.

Depois de empatar os dois primeiros confrontos do Estadual com os reservas, o clube cruzmaltino chegou aos cinco pontos e ocupa no momento a quinta colocação, enquanto a Portuguesa está em oitavo, com três.

O Vasco volta a campo na próxima segunda (3), em São Januário, para enfrentar o Volta Redonda, às 20h30 (de Brasília). A Portuguesa, por sua vez, encara o Resende no dia anterior, às 15h30, fora de casa.

O JOGO

Para a sua estreia no comando do time em jogos oficiais, Barbieri promoveu duas mudanças na equipe que venceu o Inter Miami por 3 a 0: o zagueiro Robson entrou no lugar de Miranda, enquanto Figueiredo assumiu a vaga de Jair no meio de campo.

O Vasco já saiu na frente no início, aos 13 minutos de jogo, após bela jogada individual de Lucas Piton e gol de Nenê. O lateral esquerdo aplicou uma caneta no defensor e mandou um cruzamento na medida para o camisa 10, que apareceu sozinho no segundo pau e inaugurou o placar.

Em desvantagem, a Portuguesa passou a pressionar e chegou a ameaçar o gol defendido por Ivan, mas sem sucesso. O time da casa buscava a referência de Edson Cariús no ataque, que protagonizava as melhores chances.

Logo na volta do intervalo, o Vasco ampliou o marcador com uma pintura de Pec. A equipe teve um arremesso lateral no ataque e Pedro Raul deu um toque de letra para deixar o companheiro com espaço para avançar. O camisa 11 invadiu a área e marcou um golaço por cavadinha, definindo o resultado.

Galarza ainda teve uma chance à queima-roupa para marcar o terceiro, mas acabou parando na defesa do goleiro adversário.

PORTUGUESA

João Lopes; Joazi, Gerson (Lucas Santos), Fredson e Yuri; Charles, Watson (Roney), Fernandes (João Paulo) e Anderson Rosa (Cafu); Emerson Carioca (Romarinho) e Edson Cariús. Técnico: Felipe Surian.

VASCO

Ivan; Puma Rodríguez, Robson, Léo e Lucas Piton (Paulo Victor); Zé Gabriel, Figueiredo (Matias Galarza) e Nenê (Alex Teixeira); Gabriel Pec (Matheus Barbosa), Eguinaldo (Vinicius Paiva) e Pedro Raul. Técnico: Maurício Barbieri.

Estádio: Luso Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)

Público: 3.900 torcedores

Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)

Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ) e Thayse Marques Fonseca (RJ)

Cartões amarelos: Cafu João Paulo (POR)

Gols: Nenê (VAS), aos 13'/1ºT; Gabriel Pec (VAS), aos 4'/2ºT