RIO DE JANEIRO, RJ (uOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo divulgou a previsão de arrecadação para 2023 superando novamente R$ 1 bilhão. A expectativa, porém, é menor do que no ano passado.

O QUE ACONTECEU

O clube publicou no site oficial o orçamento para a temporada com previsão de R$ 1,001 bilhão.

Esse número é R$ 158 milhões menores do que o de 2022. A explicação é levar menos em consideração o valor de premiações.

O time rubro-negro apenas projeta terminar o Campeonato Brasileiro pelo menos em segundo lugar e chegar às semifinais nas Copas Libertadores e do Brasil.

A previsão de arrecadação com prêmios caiu de R$ 242,2 milhões em 2022 para R$ 118 milhões em 2023.

Na Supercopa, Recopa e Mundial, competições que já perdeu, o clube diz apenas que considerou as participações nos torneios.

VENDAS DE JOGADORES

Os números também mostram a redução pela metade dos valores em transferências de jogadores. O Fla coloca como meta R$ 61 milhões.

Esse número, porém, já mais do que dobrou com as saídas de João Gomes e outros atletas. O clube já chegou aos cerca de R$ 115 milhões.

PRINCIPAIS NÚMEROS

Direitos de transmissão: R$ 272 milhões

Prêmios: R$ 118 milhões

Matchday: R$ 211 milhões

Comercial: R$ 295 milhões

Social, amador e outras: R$ R$ 43 milhões

Transferências de jogador: R$ 61 milhões

Endividamento líquido: R$ 251 milhões

Patrimônio líquido: R$ 376 milhões

Divulgação - Flamengo