• Assinantes
  • Mulher
    Com cara de bazar
    A moda alternativa traz peças artesanais e exclusivas

    Flávia Machado
    19/10/01

    Uma tirinha de renda aqui, mais um pedaço de pano enrolado, um fru-fru ali, cola uma flor colorida de lá ... e pronto! Está feita uma produção diferente. Ou seria alternativa? Ou então, customizada? O que menos importa para eles, é definir como esta chamada ‘moda alternativa’ se denomina. Estilistas com pouco tempo de estrada, Victor Charlier e Rosanea Sasso fazem a moda que vestem e gostam. E foi desse jeito, que eles começaram a carreira e conquistaram um público fiel não só em Juiz de Fora, como também no Rio, em São Paulo, BH e Brasília.

    Victor Charlier Será que é preciso ter dinheiro para estar na moda? Nem sempre. Para o dono e estilista da grife masculina Lispector, Victor Charlier, o que diferencia a moda convencional da alternativa é a atitude e não, necessariamente, estar com uma roupa cara. “O estilo pessoal é fundamental na hora de produzir um visual.” Rosanea, estilista da grife Gata de Rua concorda. “A moda que fazemos ainda é praticamente artesanal, com tecidos montados, onde você tem uma peça única e exclusiva. Isso faz uma roupa ser cara, mas, ao mesmo tempo, todo mundo pode montar a sua produção.”

    Rosanea Sasso E eles têm razão. O brechó buscou revitalizar peças antigas, ou seja, dar uma cara nova e mais atual para uma roupa velha. Com a moda de bazar ou alternativa não é diferente. Os cortes das roupas costumam seguir os cortes tradicionais, o que muda são os tecidos, os acessórios, enfim, os bordados e rendas. “É meio que um toque pessoal em cada peça”, diz Rosanea.

    As novas coleções das duas grifes revelam tendências também apresentadas nas passarelas mundiais, como a volta de preto absoluto, grafismos, rendas, tiras e babados. E para quem acha que moda e guerra são assuntos distintos, engana-se! A importação de tecidos tecnológicos ficou prejudicada com a alta do dólar, em função dos ataques americanos ao Afeganistão, afirma Victor. “Sempre uso muitos tecidos siliconados e metalizados nas minhas coleções e agora está mais difícil encontrar.”

    Virgínia maquiando a modelo Sara

    Nem por isso, as coleções estão menos criativas, já que a palavra de ordem é ser alternativo! Aqui você confere um breve ensaio do que vai estar nas ruas nesta estação. Em Juiz de Fora, as roupas das grifes Lispector e Gata de Rua podem ser encontradas na Loja Gata de Rua (Mister Shopping, 2º piso).



    Confira o ensaio fotográfico:

    Clique para ver detalhes:

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.