SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O Consulado-geral do Brasil em Santiago, no Chile, foi atacado por um brasileiro na quarta-feira (18).

Ele usou um cajado de madeira no ataque, segundo o Itamaraty.

O suspeito destruiu placas frontais de acrílico de 10 módulos de atendimento ao público e danificou dois monitores.

Ele ainda ameaçou fisicamente funcionários e consulentes, mas ninguém ficou ferido.

A polícia chilena foi chamada e deteve o brasileiro, que, mais tarde, foi solto em audiência de custódia. As motivações do ataque ainda não estão claras.

Por conta dos danos à área comum, o Consulado-Geral suspenderá atendimentos até essa segunda-feira (23).

O número do plantão consular segue em funcionamento para casos de emergência: +56 9 9334-5103.

O Itamaraty informou que enviará uma psicóloga ao consulado, para atender os funcionários.

Tags:
Chile