Terça-feira, dia 08 de janeiro de 2008, atualizada às 17h49

Começa a procura pelas vans escolares. Veja alguns cuidados na hora de escolher o carro que vai transportar seu filho


Priscila Magalhães
Repórter

Enquanto as crianças aproveitam as férias de janeiro, os pais correm atrás de material escolar, matrícula e transporte. Por isso, a Cooperativa de Vans Escolares de Juiz de Fora (Cotejuf) já registrou aumento na procura pelo transporte especializado.

O presidente da Cotejuf Luiz dos Santos diz que a procura já aumentou neste mês de janeiro. Mas ele aproveita também para fazer um alerta. "A procura está muito grande, mas não é necessário que os pais fiquem apavorados. Na cidade há transporte suficiente para todos os alunos", garante.

Segundo ele, são cerca de 170 veículos cadastrados na cidade, e o preço varia. "Cada um faz seu preço, porque não há como padronizar. Cada carro faz uma rota diferente. Os preços variam entre R$ 80 e R$ 170 e não vai haver reajuste para este ano".

Mas o fato de o preço ser alto ou baixo não quer dizer que o transporte está em condições de oferecer segurança para os passageiros. O certo é observar suas condições e a documentação. Luiz dá algumas dicas importantes para a hora de contratar uma van escolar.

Fique atento

É importante não ficar desesperado na hora de procurar um transporte. "O desespero faz com que os pais acabem contratando um carro que pode não estar em boas condições", diz ele.

Então, preste a atenção se o carro está cadastrado na Gettran e se possui o selo de vistoria no lado direito do pára-brisas. Observe também as condições físicas do veículo e tenha atenção ao contrato. Leia todas as cláusulas para depois não ter problemas. procure saber se o carro tem seguro e se é confortável.

Luiz pede que os pais evitem os transportes clandestinos. "Existem vários na cidade, mas eles não têm segurança nenhuma". Outra dica importante é ficar atento quando seu filho entrar no carro. Veja se a capacidade do carro não está ultrapassada. "Alguns motoristas cobram muito barato, mas andam com a capacidade de passageiros além da permitida. Eles colocam as crianças uma no colo das outras. O certo é que cada passageiro tenha o seu banco", aconselha.

Gettran realiza vistoria no transporte escolar

A Agência de Gestão do Transporte e Trânsito (Gettran) informa que o prazo para renovação do alvará para os permissionários do transporte escolar termina na próxima terça-feira, dia 15 de janeiro. Os veículos com CIV de 001 a 116 deverão ser apresentados até esta sexta-feira, dia 11, enquanto os registrados com os números 117 a 232, entre a próxima terça, e a sexta-feira, 18.

A vistoria acontece no setor da Gettran anexo ao Terminal Rodoviário Miguel Mansur. A documentação exigida é a seguinte: habilitação; comprovante de residência; curso específico de transporte escolar; "print" emitido pelo Detran de origem; certidão negativa de débito ampla; certidão negativa das varas criminais; atestado de antecedentes; contribuição sindical; comprovante de pagamento do Custo de Gerenciamento Operacional (CGO) de 2007; cartão de inscrição municipal de autônomo; renovação do alvará de permissão do transporte escolar (CIV); ficha de passageiro escolar para cada aluno; seguro obrigatório; e laudo de vistoria expedido pela Delegacia Adjunta de Trânsito e Acidentes da 7ª DRSP.

Para os acompanhantes, exige-se idade acima de 18 anos, xerox da identidade, comprovante de residência; certidão negativa das varas criminais; e atestado de antecedentes. A taxa de vistoria, no valor de R$ 18,21, deve ser paga na Gettran, localizada na Rua Maria Perpétua 72, 5º andar, Bairro Ladeira. Já a taxa de Custo de Gerenciamento Operacional (CGO) referente a 2008 pode ser paga até o dia 30 de junho, no valor é de R$ 182,07.

Fonte: Getran

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.