RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O senador Romário (PL) mantém liderança folgada na disputa pela vaga para o Senado pelo Rio de Janeiro, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (22) pelo Datafolha.

Ele tem 31% da preferência dos entrevistados, mesmo percentual registrado nos três levantamentos anteriores.

O levantamento mostrou ainda que, às portas da eleição, 24% dos entrevistados ainda não têm candidato ao Senado.

Os adversários mais próximos de Romário apresentaram oscilações dentro da margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando o índice de confiança de 95%.

Alessandro Molon (PSB) aparece com 12%, em empate técnico com Clarissa Garotinho (União Brasil), que alcançou 10% no levantamento. Enquanto Molon oscilou um ponto para baixo, Clarissa oscilou dois para cima na pesquisa.

O deputado federal Daniel Silveira (PTB) foi citado por 8%, ante 6% do levantamento anterior, enquanto Cabo Daciolo (PDT) atingiu 6% agora (7% no levantamento passado).

O presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano (PT), também teve 6%, seguido por Bárbara Sinedino (PSTU), com 1%.

O levantamento, contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, foi realizado de terça-feira (20) a quinta (22) e entrevistou 1.526 eleitores no estado. A pesquisa está registrada no TSE sob o número RJ-07687/2022.

Segundo o levantamento, 13% dos eleitores afirmam que votarão nulo ou em branco, enquanto outros 11% não sabem em quem votarão.

Os demais candidatos --Professor Helvio Costa (DC), Raul (UP), Itagiba (Avante), Antônio Hermano (PCO), Hiran Roedel (PCB) e Sued Haidar (PMB)-- foram citados, mas não alcançaram 1% das menções.