Um lobo-guará ferido foi resgatado às margens da BR-126, no Município de Mar de Espanha. O animal passou por exames nesta sexta-feira (14), que reforçaram os indícios de que o bicho foi atacado por cães. O lobo é a terceira vítima de cães registrada pela Polícia Militar de Meio Ambiente na região, nesse semestre. Além dele, foram atendidos um filhote de onça e um filhote de veado-campeiro.

Segundo o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), que prestou os primeiros atendimentos ao lobo, o animal chegou em estado de choque, com traumatismo craniano avançado, enfisema- que é o acúmulo de água subcutânea-, escoriações pelo corpo e múltiplas lesões perfurantes, causadas por mordidas de cães. "O Lobo passou por uma ressonância, que mostra que ele está estável, em um estado grave e, por isso, permanecerá internado."

De acordo com o comandante do Pelotão do Meio Ambiente em Juiz de Fora, tenente Júlio César de Almeida, "A posse irresponsável de cães domésticos, quando seus tutores praticam a caça predatória, faz com que cachorros ataquem esses animais, que vêm para áreas urbanas, próximo a rodovias e acabam atropelados. Então a PM ambiental orienta praticar caça é crime, dá multa e dá prisão, além de lesionar gravemente os nossos animais da fauna silvestre."

Ainda de acordo com o tenente Almeida, essa é um dos principais riscos a esses animais. "Lembramos as pessoas que queimadas, caça predatória  e desmatamento são proibidos. Faz com que as espécies possam ser extintas. Temos que preservar a fauna e a flora, tendo respeito pelos animais, nossa flora e nossos mananciais".

 


Tags:
Animal selvagem | Atividades | Biologia | Dia nacional | Lobo-guará | Logo-guará | meio ambiente | natureza | R$200 | SFI | Sorocaba | Zoológico municipal

Polícia Militar de Meio Ambiente - Lobo-guará encontrado às margens de rodovia foi o terceiro animal atacado por cães nesse semestre

COMENTÁRIOS: