Sexta-feira, 10 de julho de 2009, atualizada às 16h30

Médicos de Juiz de Fora encerram o movimento grevista

Marinella Souza
Repórter

Chega ao fim a greve dos médicos, que já se arrastava há mais de uma semana. Segundo o presidente do sindicato da categoria, Gilson Salomão, os médicos decidiram em assembleia na manhã desta sexta-feira, 10 de julho, pelo fim ao movimento, já que a Prefeitura atendeu às reivindicações da categoria.

"Nós entendemos que conquistamos uma vitória, já que a Prefeitura aceitou criar uma comissão para estruturar a carreira dos médicos, avaliar a questão salarial, as condições de trabalho e a qualidade do atendimento na cidade", diz,

Além disso, a PJF decidiu atender os prazos estipulados pelos médicos para a criação dessas comissões. Eles pediram 30 dias para composição da comissão paritária, que vai avaliar a situação da carreira, e de 60 dias para a conclusão deste trabalho.

A única questão pendente é a que se refere ao pagamento dos dias parados, mas Salomão adianta que na próxima segunda-feira, 13 de julho, vai se reunir com o secretário de Administração e Recursos Humanos, Vitor Valverde, para resolver o assunto. O presidente do Sindicato garante que o fim da greve está mantido, independente do que for decidido nessa reunião. "A partir de amanhã os serviços médicos voltam a funcionar normalmente no município", afirma.

 

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.