Preparando-se para viajar na Semana Santa Planeje com antecedência o passeio e atente-se para alguns detalhes importantes para que a viagem saia perfeita


Daniele Gruppi
Repórter
14/03/2008

Os juizforanos já estão na contagem regressiva para a Semana Santa. Vai ser a oportunidade que muitos vão ter para viajar, relaxar e sair da rotina. Os roteiros de passeios são variados, mas os cuidados para que a viagem seja perfeira não depende só do lugar escolhido.

Segundo a gerente de uma agência de viagem, Mônica Batista Campos, é preciso sempre portar documentos. Se o passeio for aéreo, é preciso levar carteira de identidade original e/ou passaporte com a data de validade em dia. "Para entrar nos países que fazem parte do Mercosul vale a identidade, mas para outras nações é necessário estar com o passaporte. Carteira de motorista ou militar não são aceitas".

Já para as viagens rodoviárias, vigora a regra da carteira de identidade ou da certidão de nascimento para passageiros menor de idade.

Mônica orienta também na escolha dos hotéis. "Deve-se considerar a localização, e há casos, como em Buenos Aires, que a estrela não corresponde à qualidade que estamos acostumados no Brasil". Outro item para se atentar na hora de fechar a reserva, é em relação ao que o hotel oferece, pois muitos incluem na diária café da manhã e jantar, outros apenas uma refeição.

"Os hotéis tem classificação de três a cinco estrelas. As pousadas são mais simples e tem um charme especial. Em geral, são mais aconchegantes e o número de hóspede é menor, o que possibilita contato com outros turistas e também com os funcionários. Mas, a escolha de um ou outro vai de acordo com a preferência do cliente", explica.

Foto de Mônica Quanto à bagagem, a gerente aconselha a nomeá-la. Se a viagem for de avião, é bom colocar cadeados ou lacrá-la para evitar que ela seja violada. "Quando for levar eletrônico, tem que lembrar de fazer a declaração no aeroporto", avisa.

Ela ainda dá a dica para as pessoas levarem uma bagagem de mão, com kits básicos, como uma peça de roupa e biquínis, se for às cidades praianas. "Caso aconteça da mala ser extraviada, a pessoa vai estar com alguns objetos de primeira necessidade. Os pertences de valor não devem ser despachados junto à bagagem", alerta.

Em relação à alimentação, Mônica diz não fazer referência a esse assunto. "É legal conhecer a culinária local, mas tem gente que prefere fast food, algo mais tradicional. Tem região que a comida tem tempero mais forte, então, não deve abusar. Cada um tem que saber o seu limite".

Roteiro no auge

Mônica Batista afirma que o roteiro campeão de turista na Semana Santa é Buenos Aires. "O passeio está no auge e não estamos quase tendo o que oferecer". Os fatores que atraem tantos juizforanos são, além do câmbio baixo, o custo barato de hospedagem, comida e passeios.

Foto da jornalista, Joana FrancoA jornalista Joana Franco, 25 anos, escolheu a capital da Argentina para viajar com o namorado e os amigos. "Para quem quer gastar pouco e sair do Brasil, é uma boa opção". Ela vai visitar também Mendonça, Santiago e Viña Del Mar, os dois últimos locais ficam no Chile.

A decisão da viagem aconteceu em outubro do ano passado. A compra das passagens e a escolha dos passeios foram feitas via Internet. "Só a hospedagem que resolvemos junto à agência", afirma.

Segundo Mônica, a jornalista acertou em ter planejado com antecedência e afirmou que a ajuda de firmas especializadas em viagens garante a tranqüilidade dos turistas, já que eles recebem todo o suporte necessário em todos os momentos do passeio.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.