• Assinantes
  • Autenticação
  • Turismo


    Dicas na hora de alugar um imóvel Seja ele hotel, pousada, camping ou apartamento, você deve prestar atenção
    em alguns detalhes para não fazer da sua viagem um pesadelo


    Priscila Magalhães
    Repórter
    20/02/2008

    O Natal passou, o ano novo já chegou, as férias escolares acabaram e até o carnaval já aconteceu. Isso significa que o ano começou de verdade? Para alguns sim, mas para outros agora é a hora de fazer as malas e cair na estrada. É hora de aproveitar a baixa temporada e visitar lugares menos tumultuados e caros.

    É como diz a sócia-proprietária de uma agência de viagens de Juiz de Fora, Marlene Cherem (foto abaixo). "Na época de temporada é tudo cheio e mais caro, principalmente no Carnaval". Segundo ela, quando a agência é procurada para fazer reservas, o principal cuidado com os clientes é a sinceridade. "Somos muito transparentes e indicamos os locais que conhecemos. Quando os clientes acham caro, até arrumamos outro lugar, mas enfatizamos que não conhecemos".

    Para facilitar a escolha de quem vai viajar e garantir que fique satisfeito, Marlene apresenta fotos do local, folderes explicativos e sites da internet. "É muito complicado indicar quando não conhecemos, imagina quando não sabemos como é o local e o que é oferecido lá".

    Foto de Marlene Para alugar um hotel ou pousada, o mais importante é sentir segurança. "O mineiro é desconfiado e as pessoas buscam tranqüilidade, então querem sair da cidade com tudo pronto", explica Marlene, que dá algumas dicas importantes a serem observadas na hora de contratar um imóvel.

    "É importante que as pessoas fiquem atentas à localização. Procure saber se é perto dos locais onde quer visitar. Pesquise sobre o tratamento dos funcionários do hotel, se são educados e recebem bem. Tenha atenção às instalações e veja se atende às necessidades e para informações mais detalhadas, como cardápios, por exemplo, é melhor entrar em contato direto com o local", alerta.

    Tenha atenção aos detalhes. A superintendente do Procon, Léa Ganimi, diz que o único caso em que o valor do aluguel ou hospedagem podem ser cobrados com antecedência é em época de temporada. "É a única ocasião em que a lei permite isso", diz. Tanto pela internet ou pelo telefone, os cuidados são importantes.

    Léa diz que no caso de alugar pela internet deve-se ter certeza de que o site é confiável. "Mas, mesmo assim, salve no seu computador ou imprima os dados de quem aluga, como CPF ou CNPJ, o nome da pessoa ou imobiliária, porque se der algum problema, há como recorrer", explica. Assim como Marlene, Léa diz que deve-se ver fotos antes de se decidir. "Assim, é possível perceber as condições do local, quais móveis têm lá para evitar que o proprietário ou dono da pousada te cobre por algo que não tinha".

    Foto de folder de hotéis Foto de folder de hotéis Foto de folder de hotéis

    Quanto à internet, a lei diz que se lá é oferta, então deve ser cumprida. "Se está ofertado na internet, faz parte do contrato, é o que diz o Código de Defesa do Consumidor", diz. Por isso, o que está divulgado nela serve de prova em caso de ser enganado. Então, salve a página ou imprima, para que você tenha com o que recorrer. "Em caso de ser enganado, o consumidor pode ser ressarcido, então tenha uma testemunha, que pode ser um vizinho da casa que você alugou", aconselha Léa.

    Ela diz ainda que o ressarcimento não precisa ser feito na hora. "O consumidor pode sair do hotel ou da casa que alugou, ir para outro lugar e depois entrar com o pedido para devolução do dinheiro, afinal é um transtorno. Mas, para isso, é preciso que tenha provas", enfatiza.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.