• Assinantes
  • Saúde

    Alimentos Funcionais

    Repórter: Emilene Campos
    26/07/2000

    Leite que faz bem para o coração, iogurte que melhora a flora intestinal. Ômega plus, lactobacilos vivos, biscoitos vitaminados. A cada dia novos produtos invadem as prateleiras dos supermercados, ampliando o vocabulário e o orçamento dos consumidores. A propaganda destes produtos promete verdadeiros "milagres", mas é preciso ficar atento para não cair nas armadilhas da publicidade, diz o professor de Análise de Alimentos da faculdade de Farmácia e Bioquímica da UFJF, Marco Antônio Moreira Furtado. Segundo ele, os funcionais não são uma nova classe de alimentos e nem podem ser confundidos com remédio. "Os funcionais não foram inventados pela indústria."

    A definição do International Life Science Institute é que o alimento ofereça ao consumidor nutrientes que melhorem sua saúde ou atuem na prevenção de doenças. Isso independente de ter sido industrializado ou não. Ou de um de seus elementos ter sido enriquecido ou não. Por conta disso, couve flor, alho, tomate, cereais e peixe estão na lista dos chamados nutracêuticos (um dos vários sinônimos deste grupo de alimentos). Se você quer investir na sua saúde, basta consultar a lista de alimentos funcionais. "Não se deixe enganar pelas propagandas", alerta o professor. "Um alimento enriquecido com cálcio pode beneficiar o organismo, fortalecendo ossos e dentes, mas não pode prometer a cura da osteoporose", completa.

    Leia mais:


    Você consome alimentos funcionais?
        Sim
        Não
       

    ATENÇÃO: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de visitantes do JF Service.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.