Horóscopo do dia

23 de abril de 2024, terça-feira

(22 de dezembro a 20 de janeiro) - O seu dia: procure controlar seu senso crítico e a indiferença com suas obrigações e nos novos compromissos. Interesses: compensação material com indicadores de vantagem gerada a partir de seu modo rigoroso e exigente de conduzir o trabalho. Vida íntima: evite as aventuras inconsequentes.

Mês Astral: Capricórnio sob a regência do Sol em Touro

Regente: Saturno
Elemento: Terra
Personalidade: Madame Pompadour, uma das figuras mais notáveis da Corte francesa no período pré revolucionário do final do século 18.

O Sol, nesta fase, transita pela sua quinta casa, aquela que diz dos prazeres, divertimento e tudo o que se relaciona ao lazer e à distração como forma de compensação pelo desgaste rotineiro da vida. Nos diz também das artes, do teatro e da diversão. O amor também é regido por esta casa, o que torna o período altamente receptivo às manifestações do querer. Isso diz também dos filhos como forma de expressão afetiva. No campo material são regidas as mais diversas formas de especulação. O Sol em seu signo agora rege o coração e as costas.

Últimas notícias

Em CPI, dono do Botafogo fala sobre supostas manipulações de jogos

O empresário John Textor, norte-americano que é o sócio-majoritário do Botafogo SAF, depôs nesta segunda-feira (22) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado Federal, que investiga manipulação de resultados do futebol e fraudes de apostas esportivas. Ele apresentou um relatório com cerca de 180 páginas com dados sobre irregularidades, de forma sigilosa.

Estudo aponta desafios da abertura do mercado de gás natural no Brasil

A regulamentação dos dispositivos da Nova Lei do Gás é fundamental para que o país possa desenvolver um mercado pujante e competitivo de gás natural. A conclusão faz parte do estudo Acompanhamento do Processo de Abertura da Indústria do Gás Natural, lançado nesta segunda-feira (22) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), com apoio do Ministério de Minas e Energia.

Oposição no Equador vê derrota de presidente Noboa em referendo

Apesar de a população ter aprovado, com mais de 60% dos votos, nove das 11 questões feitas pelo governo do presidente Daniel Noboa, a oposição equatoriana defende que o mandatário saiu derrotado nas duas questões que consideram mais importantes: a mudança na legislação trabalhista e o reconhecimento da arbitragem internacional para resolver conflitos com empresas transnacionais. A posição da oposição contrasta com a do governo, que tem defendido a vitória na votação desse domingo (21).