A Prefeitura de Juiz de Fora encaminhou nesta segunda-feira (09) um Projeto de Lei (PL) para o financiamento de R$ 420 milhões de reais para custear obras de macrodrenagem como forma de enfrentar problemas relacionados a enchentes e alagamentos em bairros da cidade como Industrial, Santa Luzia, Mariano Procópio, Democrata, Linhares e na Rua Cesário Alvim.

“As cidades no mundo todo estão pagando um preço altíssimo por isso. A rigor, não tem nenhum município que esteja preparado para esses excessos. Nós fizemos uma avaliação criteriosa nestes locais para ver o que cada região precisa tanto de infraestrutura quanto de drenagem.”

De acordo com a prefeita Margarida Salomão (PT), várias cidades passam por uma tragédia climática e devido as ações preventivas realizadas pela PJF amenizaram os problemas causados pelas chuvas. Porém, se não haver maiores intervenções na cidade, os problemas de drenagem irão continuar.

“Nós temos resistido bravamente porque tomamos muitas medidas preventivas. Se você olhar ao redor, temos cem municípios aqui da Zona da Mata em situação de emergência. Juiz de Fora não está porque conseguimos, através de uma série de ações feitas anteriormente, a dragagem do rio, a limpeza dos córregos, a limpeza das bocas de lobo, as lonas nas áreas de risco, conseguimos minimizar os impactos das chuvas. O problema é que estes locais precisam de uma intervenção imediata e de grande porte.”

Ainda de acordo com a prefeita, a cidade possui condições para a aquisição do empréstimo. A chefe do Executivo, em vídeo postado nas redes sociais, informou que o município possui liquidez e estabilidade do ponto de vista fiscal orçamentário, o que garante a realização de grandes obras. O Executivo também informou que vai tentar obter recursos junto ao Governo Federal.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Acessa.com (@acessa.com_)



Foto: PJF - PJF quer R$ 420 milhões para obras de drenagem

COMENTÁRIOS: