Sábado, 11 de janeiro de 2014, atualizada às 09h30

Clientes fazem filas no Centro de Juiz de Fora para saldão de lojas

Jorge Júnior
Editor

A manhã deste sábado, 11 de janeiro, no Centro de Juiz de Fora, foi marcada por filas. Tanto no Calçadão da rua Halfeld, quanto em um estabelecimento na avenida Rio Branco, os juiz-foranos aguardavam há cerca de duas horas pela abertura de duas lojas, que realizam o saldão de início de ano. Alguns clientes esperavam sentados no chão, outro em cadeiras, que levaram de casa (ver galeria). "Cheguei por volta das 5h30 com a minha mãe, [84 anos] para comprar a 'cadeira do papai', para que ela fique mais confortável em casa, " diz o aposentado João Luiz do Santos, que não descarta a possibilidade de fazer outras compras. "Dependendo do preço eu quero comprar um fogão também", acrescenta.

Quem também estava sentada na calçada esperando pelas promoções era a do lar, Tatiane Alves. "Fiquei sabendo da promoção e quero aproveitar essa oportunidade", conta Tatiane, que segundo ela, não tem definido o que almeja. "Dependendo do preço, vou comprando." De acordo com Tatiane, ela vai efetuar o pagamento à vista.

Diferente de Tatiane, a depiladora Francinete Moraes, já sabe o que quer. "Vou levar uma batedeira e um forninho elétrico. "Estou me planejando desde o ano passado para fazer as comprar neste início do ano, quando os produtos estão com preços mais baixos", diz Franciente, que chegou ao local às 6h30.

Para o saldão da loja na rua Halfeld, a cozinheira Michele Alves, chegou às 7h. Ela também optou pelas compras neste período, por conta das ofertas. "O preço compensa, mas ainda não sei o que quero. Vai depender do valor do produto."

Na última sexta-feira, 10, foi realizado o primeiro saldão do ano, em uma loja da avenida rio Branco. Alguns clientes ficaram mais de 35h na fila.

 

Sábado, 11 de janeiro de 2014, atualizada às 09h30

Clientes fazem filas no Centro de Juiz de Fora para saldão de lojas

Jorge Júnior
Editor

A manhã deste sábado, 11 de janeiro, no Centro de Juiz de Fora, foi marcada por filas. Tanto no Calçadão da rua Halfeld, quanto em um estabelecimento na avenida Rio Branco, os juiz-foranos aguardavam há cerca de duas horas pela abertura de duas lojas, que realizam o saldão de início de ano. Alguns clientes esperavam sentados no chão, outro em cadeiras, que levaram de casa (ver galeria). "Cheguei por volta das 5h30 com a minha mãe, [84 anos] para comprar a 'cadeira do papai', para que ela fique mais confortável em casa, " diz o aposentado João Luiz do Santos, que não descarta a possibilidade de fazer outras compras. "Dependendo do preço eu quero comprar um fogão também", acrescenta.

Quem também estava sentada na calçada esperando pelas promoções era a do lar, Tatiane Alves. "Fiquei sabendo da promoção e quero aproveitar essa oportunidade", conta Tatiane, que segundo ela, não tem definido o que almeja. "Dependendo do preço, vou comprando." De acordo com Tatiane, ela vai efetuar o pagamento à vista.

Diferente de Tatiane, a depiladora Francinete Moraes, já sabe o que quer. "Vou levar uma batedeira e um forninho elétrico. "Estou me planejando desde o ano passado para fazer as comprar neste início do ano, quando os produtos estão com preços mais baixos", diz Franciente, que chegou ao local às 6h30.

Para o saldão da loja na rua Halfeld, a cozinheira Michele Alves, chegou às 7h. Ela também optou pelas compras neste período, por conta das ofertas. "O preço compensa, mas ainda não sei o que quero. Vai depender do valor do produto."

Na última sexta-feira, 10, foi realizado o primeiro saldão do ano, em uma loja da avenida rio Branco. Alguns clientes ficaram mais de 35h na fila.

 

-
Sábado, 11 de janeiro de 2014, atualizada às 09h30

Clientes fazem filas no Centro de Juiz de Fora para saldão de lojas

Jorge Júnior
Editor

A manhã deste sábado, 11 de janeiro, no Centro de Juiz de Fora, foi marcada por filas. Tanto no Calçadão da rua Halfeld, quanto em um estabelecimento na avenida Rio Branco, os juiz-foranos aguardavam há cerca de duas horas pela abertura de duas lojas, que realizam o saldão de início de ano. Alguns clientes esperavam sentados no chão, outro em cadeiras, que levaram de casa (ver galeria). "Cheguei por volta das 5h30 com a minha mãe, [84 anos] para comprar a 'cadeira do papai', para que ela fique mais confortável em casa, " diz o aposentado João Luiz do Santos, que não descarta a possibilidade de fazer outras compras. "Dependendo do preço eu quero comprar um fogão também", acrescenta.

Quem também estava sentada na calçada esperando pelas promoções era a do lar, Tatiane Alves. "Fiquei sabendo da promoção e quero aproveitar essa oportunidade", conta Tatiane, que segundo ela, não tem definido o que almeja. "Dependendo do preço, vou comprando." De acordo com Tatiane, ela vai efetuar o pagamento à vista.

Diferente de Tatiane, a depiladora Francinete Moraes, já sabe o que quer. "Vou levar uma batedeira e um forninho elétrico. "Estou me planejando desde o ano passado para fazer as comprar neste início do ano, quando os produtos estão com preços mais baixos", diz Franciente, que chegou ao local às 6h30.

Para o saldão da loja na rua Halfeld, a cozinheira Michele Alves, chegou às 7h. Ela também optou pelas compras neste período, por conta das ofertas. "O preço compensa, mas ainda não sei o que quero. Vai depender do valor do produto."

Na última sexta-feira, 10, foi realizado o primeiro saldão do ano, em uma loja da avenida rio Branco. Alguns clientes ficaram mais de 35h na fila.