Aprenda a economizar energia no verão Dicas simples podem fazer a diferença no orçamento do final do mês,
além de auxiliar o meio ambiente

Guilherme Arêas
Repórter
Madalena Fernandes
Revisão
21/01/2009

 

Implementado anualmente no Brasil desde 1985, o horário de verão entrou para a agenda governamental como política de redução no consumo de energia nesta época do ano. Estima-se que a economia chegue a 5%, de acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Em 2009, o horário especial de verão nos estados que adotaram o sistema vai até o dia 15 de fevereiro.

Mas especialistas garantem que os consumidores podem economizar ainda mais energia no verão tomando atitudes simples. O coordenador do Laboratório de Eficiência Energética (Leener) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), professor Danilo Pinto Pereira (foto e vídeo ao lado), auxiliou o Portal ACESSA.com com algumas dicas de economia de energia durante esta época.

São dicas simples que, muitas vezes, constam no manual de uso de diversos produtos, mas geralmente são ignoradas pelos consumidores. Siga as orientações e veja os resultados em sua próxima conta de energia. Além do bolso, o meio ambiente também agradece.

Luz natural
Foto da luz solar entrando pela janela Dicas de economia em diversos setores sempre levam em conta a utilização de sistemas naturais. No caso da energia elétrica, recorrer à iluminação e ventilação naturais pode representar um substancial ganho de energia. Lembre-se que o horário de verão é adotado em diversos países e há 23 anos no Brasil justamente para que a população possa aproveitar ao máximo a luz natural. Portanto, abra as cortinas e janelas durante o dia e aproveite o sol e a brisa do verão.
Lâmpadas
Foto de duas lâmpadas Em locais onde a iluminação natural não for possível, procure usar as lâmpadas fluorescentes, principalmente se as luzes permanecerem acesas por mais de quatro horas por dia. Elas chegam a ser entre duas e quatro vezes mais eficientes do que as incandescentes. Procure usar lustres ou globos transparentes e mantenha-os limpos. Não deixar a iluminação externa ligada também pode ajudar na economia. E não se esqueça: apague as luzes quando sair de um ambiente.
Chuveiro elétrico
Foto de um chuveiro O chuveiro elétrico faz parte da turma de vilões do consumo de energia, podendo ser responsável por cerca de 24% da conta de luz, de acordo com a Eletrobrás. Com o calor, não há necessidade de deixá-lo ligado no modo inverno. A posição verão dá conta de aquecer a água sem gastar tanta energia. No horário de pico, entre 18 h e 21 h, é recomendável não usar o chuveiro elétrico. Quando for tomar banho, a dica é se ensaboar com o chuveiro desligado.
Geladeira e freezer
Foto de um termostato de geladeira Outra vilã do consumo, a geladeira deve ser instalada com espaço mínimo de 15 centímetros acima e ao redor do aparelho. Evite colocá-la perto de fogões ou exposta ao sol. Pouca gente se lembra, mas é recomendável regular o termostato da geladeira (foto ao lado) de acordo com as orientações do fabricante. Não use as serpentinas traseiras para secar roupas, não coloque alimentos quentes no interior do aparelho e mantenha em perfeito estado a borracha de vedação da porta.
Televisão
Foto de uma televisão Um dos aparelhos mais usados pelos brasileiros, o televisor pode responder por até 15% do consumo de uma casa. Para economizar energia com esse aparelho, evite deixá-lo ligado quando não há pessoas assistindo. Quando for dormir e quiser ter o barulhinho da TV como companhia, programe o aparelho para desligar automaticamente, através da função timer. Lembre-se que televisores novos consomem menos energia do que os antigos.
Ferro de passar
Foto de um ferro de passar roupas O grande erro de quem precisa economizar energia elétrica é utilizar o ferro de passar roupas com muita frequência. Passe a maior quantidade de roupas possível de uma só vez e escolha as peças mais leves para começar e terminar o trabalho. Assim, você pode usar a energia inicial do ferro e, após desligá-lo, ainda contar com o calor para mais algumas peças de roupa. Quando ligar o aparelho, evite usar outros que consumam muita energia.
Máquina de lavar
Foto de uma máquina de lavar Talvez você nem perceba o consumo de energia das máquinas de lavar e secar roupas e louças. Mas esses aparelhos podem pesar de 2% a 5% no gasto da sua conta de luz. Para evitar o desperdício de energia, procure lavar, de uma só vez, a quantidade máxima indicada pelo fabricante. Não se esqueça de limpar com frequência o filtro da máquina de lavar e o filtro de ar da máquina de secar. Leia o manual do fabricante para saber tirar o máximo proveito do aparelho.
Ar condicionado
Foto de um ar condicionado No verão, o uso dos condicionadores de ar aumenta, principalmente nas empresas. Uma dica de economia antes de instalar os aparelhos é escolher o tamanho adequado ao ambiente. Uma vez instalado, os filtros de ar devem ser limpos. Para uma maior eficácia, mantenha portas e janelas fechadas. Evite o frio excessivo e desligue o aparelho alguns minutos antes de sair do ambiente. Assim, você reduz o consumo e ainda aproveita o restante do ar refrigerado por algum tempo.
Tomadas
Foto de um benjamim Equipamento facilmente encontrado na maioria das casas, os benjamins não são vistos com bons olhos pelos especialistas, principalmente se vários equipamentos de alto consumo energético forem ligados ao mesmo tempo. Além do risco de curto-circuito, o superaquecimento da peça ao ligar vários equipamentos ao mesmo tempo é um fator de desperdício de energia. Nas instalações elétricas em geral, use fios de bitola adequada. Na dúvida, consulte um especialista.
Selo Procel
Foto do selo Procel Além de verificar o preço, uma atitude que os consumidores devem ter ao comprar aparelhos eletroeletrônicos é conferir se o equipamento está devidamente identificado com o selo Procel de Economia de Energia. O selo tem o objetivo de orientar o consumidor no ato da compra, indicando os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria. Algumas lâmpadas fluorescentes também apresentam o certificado.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.