A vida corrida, imposta pelas exigências de um mundo cada vez mais veloz, nos mantém em um ritmo acelerado, onde a ansiedade e a sobrecarga passam a ser nossos companheiros mais fiéis.

O feriadão tão desejado chegou, mas essa pressão faz com que sejamos incapazes de desfrutar de verdade os momentos de descanso.

A ansiedade nos consome, e uma voz interior sussurra que não merecemos relaxar. Bate aquela preocupação- na maioria do tempo desnecessária - de que “há algo de errado em viver o momento”.

Por isso, a proposta que trago na coluna de hoje é refletirmos sobre a importância dos momentos de relaxamento, como enfrentar a ansiedade que chega com eles e como viver nosso direito a um descanso merecido.

A rotina diária muitas vezes nos mantém reféns de prazos, responsabilidades e expectativas. O grande foco é “se não cumprir o que eu preciso cumprir, não posso viver o que está aí pra viver”, tudo isso porque a ansiedade chega trazendo milhões de pensamentos, sensações e temores de que não se pode viver o tempo de pausa. Afinal é difícil se desligar do ritmo frenético e permitir a nós mesmos o “luxo” de relaxar.

Mas é fundamental lembrar que o descanso não é um luxo, mas uma necessidade para nossa saúde mental e bem-estar. O corpo e a mente precisam de pausas regulares para se revitalizarem. Ignorar essa necessidade pode resultar em esgotamento e problemas de saúde mental.

A ansiedade pode se manifestar sob a forma de pensamentos autocríticos, fazendo-nos acreditar que não merecemos relaxar.

É importante reconhecer esses pensamentos e lembrar que todos merecem um tempo para cuidar de nós mesmos, independentemente das circunstâncias.

Por isso, para te ajudar lidar com a ansiedade, trago aqui, com base na minha prática terapêutica pautada pela abordagem Terapia Cognitivo Comportamental (TCC), a importância de práticas de relaxamento, como a meditação, a leitura, atividades físicas, hobbies, caminhadas na natureza ou até mesmo a prática da gratidão. Essas atividades ajudam a acalmar a mente, permitindo que você aproveite plenamente o seu tempo de folga.
Cada um de nós tem o direito de aproveitar a oportunidade de relaxamento. É essencial estabelecer limites claros entre o trabalho e o descanso, comunicar nossas necessidades aos outros e reivindicar nosso tempo livre com confiança.

À medida que enfrentamos nossos medos e ansiedades em relação ao descanso, podemos redescobrir a alegria e a possibilidade de momentos de paz que o feriado prolongado nos proporciona. E, isso vai além do simples prazer, é uma necessidade para nossa saúde mental.

Não custa lembrar que merecemos cuidar de nós mesmos e que esses momentos não são apenas merecidos, mas essenciais para nossa jornada em direção a uma vida mais equilibrada e saudável.

Para mais orientações sobre como lidar com a ansiedade, ter mais autoestima, melhorar seus relacionamentos, combater o estresse, ter mais saúde emocional e garantir mais saúde mental, me siga no perfil do instagram @telmaelisa.psi e aqui nesta coluna todas às quintas-feiras.

Internet - Reprodução

Entre na comunidade de notícias clicando aqui no Portal Acessa.com e saiba de tudo que acontece na Cidade, Região, Brasil e Mundo!
imagem-colunista

Telma Elisa

Saúde Mental

Psicóloga e também jornalista, formada pela UFJF, Telma Elisa é especialista em comunicação assertiva e não-violenta, também pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) pela PUC. Tem competência para te ajudar a lidar com ansiedade, relacionamentos, transtornos, e a desenvolver habilidades sociais para que seja possível levar uma vida mais plena.

Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal www.acessa.com

COMENTÁRIOS: